Cinema Críticas

Crítica: North Hollywood (2021)

North Hollywood

CONTÉM SPOILERS DE NORTH HOLLYWOOD!

“… I had a dream… of us becoming pros together.”

Descrito como “o primeiro filme sobre como se tornar um pro skater”, North Hollywood trata sobre o sonho de ser um pro skater, mas essencialmente sobre as dificuldades de atingir esse sonho. É um filme sobre a resiliência para enfrentar a família, equilibrar novos e velhos amigos e abdicar de muito do que amamos se queremos atingir um sonho.

Este projeto marca a estreia de Mikey Alfred como realizador, que começou a trabalhar para a produção deste filme logo após a participação como co-produtor em Mid90s, no ano de 2018. A produção ficou ao encargo da companhia Illegal Civ, e o filme estreou em Março de 2021 no SoFi Stadium em Inglewood, California, tendo chegado aos cinemas dos EUA agora em Maio.

North Hollywood

É clara a inspiração que Alfred retirou de Mid90s para aplicar em North Hollywood, e os dois filmes partilham vários aspetos em comum. Tanto que a estrela do filme de 2018, Sunny Suljic, faz duas aparições no novo filme. Ambos são filmes de comédia dramática sobre amadurecimento, cuja narrativa se foca no skateboarding. Será até um bom exercício a visualização dos filmes filmes e depois avaliar quem teve a melhor estreia como realizador: Jonah Hill com Mid90s ou Mikey Alfred em North Hollywood?

O elenco é constituído essencialmente por estrelas em ascensão como: Ryder McLaughlin, a protagonizar no papel de Michael, e a entregar uma prestação aplaudível; Nico Hiraga e Aramis Hudson fazem dos amigos de infância de Michael, Jay e Adolf respetivamente, sendo que a interpretação de Hudson – principalmente nas cenas da discussão com Michael e o diálogo entre os dois mesmo no final, se destaca e mostra um bom potencial para o jovem ator; de Miranda Cosgrove, que interpreta Rachel, após a experiência em Despicable Me, esperava-se um maior à vontade que não aconteceu neste filme, onde a atriz entregou as suas falas de forma demasiado mecânica; e por fim, Vince Vaughn, no papel do pai de Michael, e que traz ao filme a experiência de um veterano, onde sobressaem das melhores cenas de North Hollywood.

North Hollywood

Apesar do retrato da cultura do skateboarding parecer autêntico, a narrativa esforça-se pouco por explorar aspetos únicos e relevantes, entregando apenas o básico. A cinematografia é aceitável, mas não se percebe a falta de exposição visual em manobras com os skaters, que no geral acabam por ser repetitivas e aborrecidas. Desta forma, onde o enredo de North Hollywood consegue impressionar é ao nível da exibição sincera das dificuldades de ser um pro skater, que podem ser trasladadas para a maioria dos desportos ou da vida de artistas, onde a sociedade não vê a vida de um pro skater como uma carreira e muitos vezes nem sequer como um desporto. A antítese das visões entre Michael e o seu pai são muito puras e reais e transmitem uma mensagem dramática e tocante. Para além disso, a relação de amizade entre Michael, Jay e Adolf é um tocante exercício de verdadeiros laços de amizade e da maneira como estes evoluem com o amadurecimento e as ambições da vida adulta.

Tendo elementos suficientes para entreter os fãs de skateboarding, o filme fica aquém para o público geral e poderá não saciar aqueles cuja experiencia com o desporto é mais devido aos videojogos, e neste caso o documentário mais ideal será o que saiu o ano passado, Pretending I’m a Superman: The Tony Hawk Video Game Story.

“Skating is your dream. Follow it. Kill it.”

North Hollywood

North Hollywood possuiu cameos de skaters famosos e retrata dificuldades que quem está, ou esteve, na mesma situação facilmente se irá identificar, e deste ponto de vista é apelativo para pro skaters e skaters amadores. Como estreia de Mikey Alfred não é um desastre e demonstra que existe potencial no realizador. Apesar de tudo, desilude o público em geral no que diz respeito ao aprofundar do mundo do skateboarding e de manobras e espetáculo visual, remediando-se pela parte do drama e das interações entre Michael e o pai e entre os amigos, Jay e Adolf.

Leiam outras Críticas aqui.

Título: North Hollywood

Realização: Mikey Alfred

Elenco: Ryder McLaughlinMiranda Cosgrove, Nico Hiraga, Aramis Hudson, Angus Cloud, Vince Vaughn

Duração: 93 min.

Trailer | North Hollywood

Comments