Cinema Críticas

Crítica: The Water Man (2020)

The Water Man Crítica de Cinema

PODE CONTER SPOILERS DE THE WATER MAN!!!

Atualmente, são cada vez mais os atores que colocam as suas capacidades como atores em pausa para se dedicarem a novos projetos como realizadores. David Oyelowo, que captou as atenções de muita gente graças à sua performance no filme Selmaé o mais recente aventureiro como realizador, apostando a sua primeira tentativa neste The Water Man.

O filme centra-se em Gunner Boone, um rapazinho que, juntamente com os seus pais, muda-se para a pequena cidade de Pine Falls. No entanto, esta mudança não se avizinha risonha: não só Gunner tem uma relação complicada com o seu pai, como também a sua mãe se encontra a sofrer de leucemia. Ao investigar sobre a doença, Gunner dá de caras com a lenda urbana em redor do Water Man, um ser que é tido como o detentor do segredo por detrás do conceito de imortalidade. Convencido que este ser é o único que poderá ajudar a sua mãe, Gunner aventura-se pela floresta tenebrosa, desconhecendo os vários perigos que enfrentará.

The Water Man Crítica de Cinema

Apostar num filme de estreia indicado para toda a família pode ser uma escolha um tanto ou quanto bizarra, mas vê-se claramente que Oyelowo tem um cuidado especial neste The Water Man. De uma forma geral, é um filme bastante simples e que tem tudo para poder agradar tanto a miúdos como graúdos. Mas não se deixem enganar pela sua simplicidade; através da sua narrativa, o filme aborda algumas temáticas complexas como a mortalidade ou a perspetiva de uma criança dentro de um panorama mais negro.

O ator/realizador aborda estas temáticas com um cuidado palpitável, desde os planos de câmara simples e cuidadosos, até à captura do ambiente presente que parece despertar aqueles mundos da criatividade fértil que habitam as mentes das crianças. São escolhas premeditadas que surtem os resultados desejados e não podíamos ficar mais de coração cheio por causa disso.

The Water Man Crítica de Cinema

The Water Man é uma estreia competente de Oyelowo como realizador; no entanto, também não é imune de uma série de falhas. A narrativa em si pode ser adorável e com uma energia enternecedora, com a audiência a torcer pela demanda do jovem Gunner; infelizmente, num ponto de vista geral, não deixa uma grande margem para surpresas, acabando por oferecer uma história bastante familiar e com poucos riscos a acrescentar. Existe um claro twist a meio do filme que oferece um risco bem palpável, mas tendo em conta o desenrolar da história, parte-se do princípio que correrá tudo às mil maravilhas.

O elenco, de uma forma geral, cumpre com os seus deveres, e ainda há espaço para alguns momentos fidedigno do próprio Oyelowo (até um certo ponto) e do jovem Lonnie Chavis (que dispensa quaisquer apresentações para quem tem vindo a acompanhar a série This is Us. No entanto, ver atores tão capazes como Rosario DawsonAlfred Molina ou Maria Bello em papéis de pouca ou reduzida relevância torna-se quase inacreditável quanto os eventos que testemunhamos.

The Water Man Crítica de Cinema

The Water Man tem o seu charme inegável, e revela-se como uma espécie de exibição das capacidades de David Oyelowo na cadeira de realizador. Com alguma sorte (e uma melhor seleção das suas escolhas), este pode ter aqui uma carreira promissora. No entanto, este filme não deixa uma marca inegável para os próximos tempos. Quanto mais, providencia uma espécie de pretexto para vermos um filme em família em tempos de chuva.

Podem ler outras Críticas aqui.

Título: The Water Man

Realização: David Oyelowo

Elenco: Lonnie Chavis, Amiah Miller, Rosario Dawson, David Oyelowo, Maria Bello, Alfred Molina

Duração: 91 minutos

Trailer | The Water Man

Comments