Mini-Reviews TV TV

Jurassic World: Camp Cretaceous – Season Finale – 3ª Temporada

Jurassic World Camp Cretaceous Season Finale

CONTÉM SPOILERS DE JURASSIC WORLD: CAMP CRETACEOUS!

Com duas temporadas lançadas no mesmo ano, o tempo de espera pelas aventuras dos heróis mais adoráveis do momento regressou para uma temporada que é, definitivamente, a melhor até agora. Jurassic World: Camp Cretaceous volta a focar-se nos jovens Darius, Kenji, Brooklynn, Sammy, Yaz e Ben que continuam abandonados na ilha Nublar, onde convivem diariamente com o perigo de serem devorados pelos dinossauros mais assustadores da história, incluindo um novo híbrido desenvolvido em laboratório pelo implacável Dr. Wu, o Scorpios Rex. No entanto, os nossos heróis descobrem uma maneira de saírem da ilha, mas há muita relutância em abandonar a sua companheira Bumpy, um dinossauro que cuidaram desde bebé, e um grupo de militares ameaça os seus planos.

Jurassic World Camp Cretaceous Season Finale

O MELHOR:

Jurassic World: Camp Cretaceous continua a revelar-se uma surpresa maravilhosa, onde as personagens continuam a evoluir e a narrativa permanece com mistérios intrigantes, tornando a experiência extremamente gratificante para os fãs do franchise de Jurassic Park e/ou Jurassic World.

Aliás, nesta temporada, são muitas as referências aos filmes anteriores, onde cenários antigos reconstituídos em animação, tornam a série numa aventura down memory lane, recuperando toda uma nostalgia da geração de 90 que acompanhou todo este fenómeno cinematográfico. O elenco vocal é absolutamente competente, com destaque para as personagens de Brooklynn, Yaz, Kenji e Sammy que tiveram um destaque maior, sendo que as vozes de Kausar Mohammed, Jenna Ortega, Ryan Potter e Raini Rodriguez assentam que nem uma luva no carisma de cada um.

Para além disso, a animação em torno dos dinossauros continua a revelar-se um dos pontos mais interessantes da série, onde a simbiose de movimentos parece ter melhorado com o passar do tempo, ainda que este ponto animado não seja propriamente algo que apele a muitos dos espectadores. Acima de qualquer outro aspeto, Jurassic World: Camp Cretaceous elevou um pouco a a fasquia e tornou-se numa série mais sombria e menos infantil, onde agora sim ficamos a temer por aquilo que vai acontecendo, utilizando momentos de uma tensão desconfortável, para além de ilustrar algumas mortes (que anteriormente não estava sequer na equação). Mesmo que ainda suavize muito estes aspetos, Jurassic World: Camp Cretaceous está na reta de se tornar uma série mais violenta e mais dramática e ao amadurecer as personagens, fazendo-os tomar decisões mais complexas e perdendo aquelas facetas mais infantis das personagens, faz com que haja um progresso maior e que nos continue a cativar na sua história.

Mas ainda há muito por onde crescer e a série tem potencial para ir ainda um pouco mais além. No entanto, há um upgrade de sequências de jump scares que nos deixam a refletir sobre o rumo mais substancial do universo de Jurassic World, apostando numa atmosfera instável e que nos deixa a temer verdadeiramente pelos protagonistas.

Jurassic World Camp Cretaceous Season Finale

O PIOR:

Alguns aspetos técnicos continuam a remover alguma seriedade com que Jurassic World: Camp Cretaceous deve ser encarada.

Enquanto está num caminho ainda embrionário para perder o receio de cometer certos riscos devido ao seu público-alvo juvenil, esta produção da Netflix ainda tem algumas decisões de montagem muito pobres, em que rompe com alguma da congruência, quer em termos de eventos narrativos, quer visual. E, como não podia deixar de ser, há ainda uma tendência em suavizar a temática da morte que começa a parecer muito pouco natural na sobrevivência dos jovens protagonistas. A necessidade também de utilizar diversos híbridos começa a revelar uma certa ganância por parte dos argumentistas, que continuam a tentar arranjar “desculpas” para darem continuidade a um franchise que pode muito bem entrar por outra via para se manter fresco. No entanto, Jurassic World: Camp Cretaceous continua a ser uma aventura ritmada, com uma animação dúbia, mas que cada vez cativa mais e, acima de tudo, consegue elevar a fasquia e tornar-se em algo bem mais adulto do que inicialmente se pensava quando começou.

Aguarda-se com expectativa uma hipotética futura temporada e, de alguma forma, mesmo com os defeitos óbvios, não deixa de ser um binge-watching extremamente aliciante e que nos mantém sempre atentos ao que irá acontecer.

Jurassic World Camp Cretaceous Season Finale

Estado da Série: STAND-BY

Leiam a nossa Mini-Review anterior de Jurassic World: Camp Cretaceous aqui.

0 77 100 1

77%
Average Rating

Jurassic World: Camp Cretaceous está de volta com uma temporada extremamente cativante, ainda que possua alguns problemas técnicos que precisam urgentemente de ser melhorados. Ainda assim, está na rampa de sucesso que precisa, tornando a sua atmosfera mais sombria e perdendo o cariz infantil.

  • 77%

Comments