Cinema Críticas

Crítica: Great White (2021)

Great White Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE GREAT WHITE!

Quem não adora um shitty movie de vez em quando? Afinal de contas, todos gostamos daqueles momentos silly que Sharknado nos proporcionou, ou até a ação esplendorosamente idiota de The Meg, ou até mesmo pelos efeitos especiais horríveis da saga Anaconda. Animais monstruosos fazem parte do cinema desde o seu começo, e é um estilo que continua a permanecer até aos dias que correm, com registos pobres em inovação e em quebrar a fórmula típica que os torna, por esta altura… irritantes! Great White, ainda por cima, tem o rótulo de “baseado em factos reais”, o que o torna ainda mais apetecível para uma aventura de gargalhadas sem limites.

Great White Critica de Cinema

Cinco passageiros decidem pegar na sua avioneta e aterram numa porção paradisíaca de terra na costa australiana, onde, infelizmente, estão à mercê de uma dupla de tubarões brancos que os caçam incessantemente, reduzindo as suas chances de sobrevivência. Alguma novidade até agora? Pois bem, sob a realização de Martin Wilson, Great White, é um filme que bebe de influências do já-não-muito-original 47 Meters Down, sendo que é produzido por algum indivíduo que tem um fetiche por tubarões… e estas influências conduzem a um filme perfeito para um drinking game com os amigos, sem quaisquer surpresas, efeitos visuais de meia tigela e personagens unidimensionais que estão desprovidas de inteligência e/ou só funcionam como “carne para matança”. É a receita ideal para nos rirmos, mas há que ter um momento de lucidez e afirmar que Great White é, resumidamente, um filme horrível, sem qualquer ponta de inovação, criatividade ou lógica. Nem mesmo o duo protagonista, que até se desenrasca com o que pode, sob a forma de Katrina Bowden e Aaron Jakubenko consegue ajudar.

Great White é, no entanto, hilariante com o estado de espírito certo, onde os efeitos visuais são tão penosos que rivalizam com a saga de Sharknado que, pelo menos, sabe o que tem em mãos. O grave problema deste género de cinema, é que os próprios argumentistas e realizadores levam-no demasiado a sério, esquecendo-se que eles não têm habilidade suficiente para criar algo coeso, realista ou até mesmo rentabilizarem o baixo orçamento que têm. O resultado é mais um igual a muitos onde os animais são sempre os vilões e as vítimas os humanos pobres em esperteza. Seja como for, Great White acaba por ter algumas paisagens bonitas e que nos fazem querer viajar para lá durante o verão, e… bem… penso que já não me falta dizer quase nada… deixem ver… regressando à base de que este tipo de cinema é ainda levado “demasiado a sério”… é um ponto importante, visto que é necessário saber levar um filme deste género avante com todos os recursos necessários e, acima de qualquer outra questão, um argumento que justifique a sua criação e que tente, pelo menos, acrescentar algo que seja refrescante… mas Great White não é o caso.

Great White Critica de Cinema

É um filme que claramente devia ter um espírito mais aberto e ridicularizar-se um pouco mais porque o grau de seriedade com que se apresenta torna ainda tudo mais hilariante pelo lado mais pejorativo. Mas, se estiverem mesmo naquele momento em que vos apetece ver um shitty movie, este mais que preenche as vossas medidas! Mas façam um drinking game, é altamente recomendável!

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Tubarão Branco

Título Original: Great White

Realização: Martin Wilson

Elenco: Katrina Bowden, Aaron Jakubenko, Te Kohe Tuhaka, Tim Kano, Kimie Tsukakoshi.

Duração: 91 min.

Trailer | Great White

Comments