Mini-Reviews TV TV

The Sons of Sam: A Descent Into Darkness – Series Finale – 1ª Temporada

The Sons of Sam Series Finale

CONTÉM SPOILERS DE THE SONS OF SAM: A DESCENT INTO DARKNESS!

True crime é um subgénero documental extremamente difícil de reformular. Há imensos anos que me fascina este tipo de trabalho, de procurar as provas do crime e de desvendar os muitos mistérios da mente humana que trabalham na direção destes comportamentos atrozes e, especialmente, naquilo que impele os assassinos a cometerem os crimes que cometem. Até numa entrevista recente com Joe Berlinger e Jillian Lauren, na sua abordagem de Confronting a Serial Killer, onde os homicídios de Sam Little estão no foco da sua narrativa, ainda estamos longe de percebermos claramente aquilo que despoleta no ser humano esta sede incontrolável de tirar a vida a outro. Mas se há aspeto que vim a descobrir (e que acaba por ser um facto) com o true crime é que este não pode, nem deve ser objeto de apenas entretenimento. Estamos a lidar com algo delicado, onde é necessário separar as linhas do profissional e pessoal, e onde é preciso nunca se desviar o foco do sofrimento das muitas vítimas, sobreviventes ou famílias das mesmas, e nos fascinarmos pelos feitos (sejam eles de que natureza for) daqueles que são responsáveis pelas mortes de tantos outros seres humanos que jamais poderão reviver ou continuar a viver.

The Sons of Sam Series Finale

Enveredar por este meio nas artes audiovisuais é um trabalho árduo, onde as linhas não podem ser transgredidas na sua missão principal: revelar histórias que, de alguma forma, podem trazer algum alento às pessoas envolvidas, sejam elas sobreviventes, vítimas, famílias ou profissionais, e de desmistificar os problemas que residem na sociedade e que levam estes assassinos a tomar atitudes desumanas e cruéis. The Sons of Sam: A Descent Into Darkness é uma produção dura, maçuda mas cujo foco é claro: o fascínio e a incessante vontade de que as nossas perguntas sejam respondidas não determinam factos nem asseguram a viabilidade da verdade em si. Para quem não está familiarizado, The Son of Sam foi um dos assassinos mais temidos de Nova Iorque, responsável por assassinar vários casais com o uso de uma arme de calibre 44, cujas balas foram encontradas nos locais do crime. David Berkowitz foi declarado culpado, após uma espalhafatosa confissão em tribunal, mas pairou sempre um mistério: este mesmo assassino estava envolvido com um culto satânico que tem associações ainda mais perigosas do que aquilo que inicialmente se pensava. Depois de várias testemunhas confirmarem que Berkowitz não possui os traços físicos dos retratos robô feitos de alguns dos crimes, o jornalista de investigação Maury Terry torna-se uma figura imponente em busca por respostas, entrando em conflito com a polícia, alegando que Berkowitz não estava sozinho nestes muitos homicídios.

The Sons of Sam Series Finale

O MELHOR:

The Sons of Sam: A Descent Into Darkness é true crime na sua forma mais pura, que acaba por ser denso e detalhado o suficiente para nos deixar investidos nesta bizarra aventura.

Embora nem todas as teorias desenvolvidas consigam parecer substanciais o suficiente para nos deixar satisfeito com as suas conclusões (isto como meros espectadores), The Sons of Sam abre portas para se tornar um exercício que, de alguma forma, desvia o foco nas circunstâncias cruéis de homicídios arrepiantes e enaltece a figura que sempre procurou desvendar mais sobre o caso do que a própria autoridade: Maury Terry. O retrato feito deste jornalista que, mesmo tendo perdido a certo ponto o rumo das suas motivações, não deixa de ser alguém responsável por redirecionar um foco essencial no desmantelamento de um culto organizado que está na origem de muitos dos mais sangrentos homicídios da história dos EUA (a prova disso é também da Netflix e chama-se Night Stalker: The Hunt for a Serial Killer), o que é suficiente para criar uma relação empática à medida que vamos consumindo os episódios da minissérie.

O trabalho de montagem é admirável e a inclusão de diversas linhas de história faz com que, sob o olhar de Joshua Zeman, The Sons of Sam ganhe uns pontos a favor por conseguir conjugar e tornar credível um seguimento abismal de informação sem parecer confuso. A narração de Paul Giamatti, que aqui funciona como que a voz de Terry a relatar os seus pensamentos, também é envolvente, mesmo que deturpe um pouco o verdadeiro foco desta produção. E, para concluir, o episódio final é extremamente competente e, até se diria, surpreendente, capaz de nos deixar com uma dúvida inquietante sobre a veracidade das teorias do jornalista de investigação que pereceu antes de as ver serem corroboradas.

The Sons of Sam Series Finale

O PIOR:

Apesar de ser um exercício de true crime muito interessante, The Sons of Sam perde o controlo sobre aquilo que teoriza e os factos que ilustra.

A linha ténue entre factos, sensacionalismo e teorias é uma muito difícil de explorar num registo com tão poucos episódios e se, por um lado, o trabalho de Zeman é admirável com a quantidade de informação, por outro a sua visão torna-se enevoada com tanto que tem de ficar sobre o seu controlo e, de facto, a minissérie acaba por sofrer com um desequilíbrio entre estes parâmetros. É caso para dizer que The Sons of Sam consegue conquistar, mas as ambições do seu criador levam-no a dispersar no seu foco principal e não consegue sustentar bem os argumentos que teoriza (acima de afirmar a sua veracidade) e isso torna-se massacrante a longo prazo, para além de comprometer a génese realista da temática.

Mesmo sendo um projeto ambicioso e que, de alguma forma, é mais profissional do que inicialmente se pensaria, The Sons of Sam: A Descent Into Darkness é uma produção que começa a perder o rumo por não conseguir sustentar os seus muitos pontos de vista, nem de saber propriamente em que direção ir a determinada altura. Ainda assim, é um true crime que vale a pena investir o tempo e que nos deixa recompensados, de alguma forma, com o seu episódio final.

The Sons of Sam Series Finale

Estado da Série: TERMINADA

Leiam outras Mini-Reviews aqui.

0 67 100 1
67%
Average Rating

The Sons of Sam: A Descent Into Darkness é um exercício de true crime que tem uma quantidade de informação gigantesca e está, em geral, bem delineada, mas fica fora do controlo com aquilo que se entende como teoria, sensacionalismo e facto, comprometendo a sua conduta ao longo de toda a sua duração.

  • 67%

Comments