Cinema Críticas

Crítica: Monster (2018)

Monster Crítica de Cinema

PODE CONTER SPOILERS DE MONSTER!!!

Quando um determinado filme, depois de ter uma presença em festivais de cinema, não ganha uma data de estreia nas salas de cinema, não implica necessariamente que seja de qualidade duvidosa. Muito pelo contrário; simplesmente indica que tem algumas dificuldades em encontrar a altura certa para estrear. Pois bem, três anos depois de marcar presença no Sundance Film Festival, o filme Monster finalmente teve a sua esperada estreia, ainda que tenha sido feita através da Netflix.

Baseado no romance homónimo de Walter Dean MyersMonster centra-se em Steve Harmon, um rapaz de 17 anos que ambiciona tirar um curso de cinema quando for para a universidade. No entanto, os seus planos ficam implicados quando este é acusado de cooperar num assalto e homicídio que tomaram lugar numa mercearia em Harlem.

Monster Crítica de Cinema

Apesar da sua estreia mundial tardia, Monster consegue ser bastante relevante, especialmente nos dia de hoje, quando vemos inúmeros casos de pessoas de cor a serem injustamente condenadas por crimes que não cometeram, não por causa se existe verdade nas suas ações, mas sim pelas aparências. Hoje em dia, trata-se de um tópico bastante sensível, e por causa disso, o filme conta com um tom realista e adaptado para os tempos modernos.

Vemos o filme a desenrolar-se através do olhar do jovem Steve, com a sua história e perspetiva a serem recontadas através de vários saltos temporais, que relatam a sua experiência antes e depois da acusação, culminando num julgamento que ditará o seu futuro. A mensagem é pertinente, convidando-nos a questionar as nossas próprias ideias sobre a inocência e a culpa pelo aspeto de outra pessoa. É uma mensagem que está estampada e que certamente não deixará ninguém indiferente.

Monster Crítica de Cinema

Monster conta também com um vasto elenco repleto de caras conhecidas e que contam, também, com algumas performances sólidas. O claro destaque recai em Kelvin Harrison Jr. como Steven, que surpreende pela positiva, saltando entre a postura mais jovial, descontraída nos flashbacks ou uma postura mais desesperada, receosa quando o futuro do personagem está em jogo e tudo parece estar contra ele. Mas ele não está sozinho neste empreendedorismo, uma vez que o elenco inclui artistas como Jeffrey WrightJennifer HudsonJennifer Ehle, A$AP Rocky ou John David Washington que, apesar de não contarem com um tempo de antena prolongado, fazem-se valer desse tempo para mostrarem do que são capazes, especialmente Wright num nos monólogos mais fortes que o filme conseguiu apresentar.

Nos campos técnicos, Monster é um filme de interesse, apostando claramente em planos de câmara íntimos, forçando-nos a focar nos rostos dos indivíduos que populam o filme. Mas também consegue fazer a distinção clara das linhas temporais do filme através das imagens, seja a captura de Harlem nos dias de Verão ou os tons mais cinzentos quando a ação torna-se mais importante na prisão e no tribunal.

Monster Crítica de Cinema

No entanto, e apesar de ser uma boa primeira tentativa por parte do realizador estreante Anthony MandlerMonster não é perfeito. No fim e ao cabo, trata-se de um drama legal que, apesar de ter uma mensagem importante para os dias de hoje, entra num sistema enfadonho que não inova o suficiente para ser relevante. Também a inclusão de algumas sequências podem ser vistas como irrelevantes, uma vez que a grande parte das personagens que nos são apresentadas aqui servem apenas para expandir o elenco e pouco mais. E fica talvez a ideia de que o filme podia ter feito um pouco mais com um maior tempo de antena. Sim, o protagonista desta história está bem delineado, mas certamente não faria mal nenhum expandir as suas experiências na prisão, de dar a conhecer alguns encarcerados que estão/estiveram na pele dele.

Apesar de ter alguma preguiça na escrita das personagens ou de uma visão limitada, Monster não deixa de ser um filme curioso, filmado com mestria, com um elenco capaz (na maior parte das ocasiões) e uma mensagem especialmente relevante para os dias de hoje.

Podem ler outras Críticas aqui.

Título: Monster

Realização: Anthony Mandler

Elenco: Kelvin Harrison Jr., Jennifer Hudson, A$AP Rocky, John David Washington, Jennifer Ehle, Paul Ben-Victor, Jeffrey Wright, Tim Blake Nelson

Duração: 98 minutos

Trailer | Monster

Comments