Sim, slimes, os tão conhecidos “monstros” dos RPG’s que geralmente são encontrados nas áreas iniciais dos jogos e são característicos pelo seu baixo HP e por se alimentarem de tudo que encontram pela frente, principalmente líquidos. Recentemente, tem sido desenvolvido uma série de animes que têm essa temática e portanto a Open Sesame desta semana será dedicada a falar um pouco mais sobre eles, especificamente de três e esclarecer um ponto importante: os slimes não são assim tão insignificantes.

Estes animes são desenvolvidos geralmente dentro da temática dos Isekais que seguem normalmente uma mesma premissa, onde temos um protagonista que morre e reencarna num outro mundo que geralmente é repleto de magia. Primeiro, abordo o anime que ocupa o segundo lugar dentro do género dos Isekais (segundo o site Akiba Souken), That Time I Got Reincarnated as a Slime (Tentei Shitara), que conta a história de Satoru Mikami, de trinta e sete anos, um típico trabalhador corporativo em Tóquio. A caminho de um encontro casual com um colega seu, é vítima de um ataque quando tenta defender esse mesmo colega e consequentemente foi esfaqueado. No entanto, enquanto sucumbe dos seus ferimentos, uma voz peculiar ecoa na sua mente e recita uma série de comandos que ele, quase morto, não consegue entender. Assim que recupera a consciência, ele descobre que reencarnou como um slime num reino desconhecido onde adquire novas habilidades sempre que devora algo novo.

Tentei Shitara

O anime em si é deveras interessante, uma vez que consegue, de uma maneira brilhante, contrapor o desejo do protagonista de conseguir uma vida pacífica com os seus poderes “convenientes” que fazem com que tenha uma enorme evolução. Um dos principais pontos do anime é o facto de acarretar grandes lições morais, assim como lições sobre como construir uma nação a partir do zero, de forma justa e ponderada, mas ao mesmo tempo estratégica no que toca a realização de valiosas alianças, consolidadas com grande fidelidade e honra, fundamentos essenciais muito valorizados ao longo de toda a trama. Sempre que o protagonista Rimuru se dispõe a ajudar alguém, este vai acrescentando aliados que vão apoiá-lo na construção e prosperidade de sua nação.

Tentei Shitara

O anime consegue balançar momentos de comédia pura com uma história sólida e cativante. Como dá para perceber, Tensei Shitara tem um universo bastante rico. Alguns desses aliados são marcantes no que toca à qualidade visual; o anime em si tem uma ótima qualidade; o estúdio encarregue singiu-se a um design ideal e bem adaptado de personagens que estão muito de acordo com a versão do mangá e da novel. No que toca aos cenários, estes são bem aprimorados e a animação mostra-se muito fluida, algo já habitual do estúdio 8bit, o responsável pela sua produção assim como de outros nomes como Infinite Stratos, Grisaia no Kajitsu, Absolute Duo ou Tokyo Ravens.  O anime foi dirigido por Yasuhito Kikuchi e tornou-se se um sucesso de crítica e audiência. O anime encontra-se disponível na sua íntegra na Crunchyroll.

By the grace of God

Um outro anime que entra dentro da mesma temática do anterior, tanto no que toca ao seu género (Isekai) como no seu assunto principal por centrar em slimes, Grace of the Gods conta a história de Ryouma Takuma, de 39 anos, um exemplo de pessoa que vive para o trabalho e morreu por ele. Subitamente a personagem vê-se perante a presença de três Deuses que revelam que ele está morto, mas que irá reencarnar num mundo de fantasia onde poderá aproveitar mais a sua vida.  Assim, Ryouma foi abençoado pelos Deuses, tidos como as entidades mais poderosa daquele mundo, com uma reencarnação, desta feita como um rapaz de 6 anos que decide viver numa floresta, acabando por nutrir um interesse na pesquisa e treino nas várias espécies de slimes existentes.

Grace of the Gods

A trama é muito interessante, uma vez que mostra como Ryouma, apesar de habitar um corpo jovem também é dotado de toda cultura, educação e discernimento de um homem de 39 anos que dedicou quase toda a vida ao ramo empresarial. Um encontro com um duque muito importante tornou possível todo o desenvolvimento de um lado empreendedor e estratégico de Ryouma, configurando-se como a grande diferença deste anime. Não é tão focado na premissa de evolução de habilidades mágicas para derrotar novos inimigos, mas sim de outras habilidades ligadas à área comercial que possibilitam na mesma uma vida ativa. É um anime que em si é muito fluido, uma boa história para sentar e aproveitar. Apesar de não ser uma trama muito complexa, a sua história é cativante na mesma e, de alguma forma, relaxante. No que refere à sua animação, esta é muito coerente e considero de muito boa qualidade contando com momentos muito coloridos, o que torna ainda mais agradável de se ver. Porém, está dentro do subgénero slice of life, ou seja, com o decorrer dos episódios é possível acompanhar a vida e rotinas de Ryouma sem quaisquer dramas, ou percalços negativos. É um anime muito fluido e sereno e consegue transmitir essas sensações perfeitamente. É uma história para amantes de slice of life com desejos de se aventurar num contexto um pouco diferente ao que o género normalmente é apresentado.

Been Killing Slimes for 300 Years

Por último gostaria de falar de um anime desta nova temporada de Primavera, I‘ve Been Killing Slimes for 300 Years and Maxed Out My Level. Este anime apresenta-nos a Azusa Aizawa, uma vulgar trabalhadora japonesa que acabou morrendo de tanto trabalhar, que por si é um cenário que infelizmente configura-se como uma realidade muito comum no Japão. Após a sua morte, acaba por ter um encontro com uma Deusa que, comovida com a sua história, decide dar-lhe outra oportunidade de ter aquilo que nunca teve mas sempre desejou: uma vida serena, calma e onde não tenha que trabalhar até a exaustão. Azusa então reencarna como uma bruxa imortal de 17 anos, que mora sozinha nas montanhas, e descobre que, através da caça de slimes, é possível ter renda necessária para se sustentar. E assim ela vive 300 anos, onde cria sempre uma boa relação com os residentes da aldeia, tornando-se a protetora daquele lugar.

Been Killing Slimes for 300 Years

Numa viagem de rotina até a uma guilda para trocar os seus cristais (obtidos ao derrotar os slimes), ao ser interrogada sobre o seu poder, ela tem uma grande revelação: é uma bruxa de alto nível, mesmo que não tenha lutado contra ninguém, exceto por ter caçado uma quantidade considerável de slimes por bastante tempo.  Com essa descoberta, ela teme que os seus dias de tranquilidade irão acabar pois quem tem a fama de bruxa mais poderosa com certeza atrai algum tipo de trabalho, algo que ela não quer nesta sua nova vida. O que ela temia acabou por acontecer: a sua fama espalhou-se, atraindo muitas pessoas até à sua casa dela querendo lutar para confirmar se ela era a bruxa mais poderosa. Nada disso era o que ela queria, mas mesmo assim ela acaba por lutar e até acaba por ficar surpresa com o seu poder. Algo muito positivo no anime é o seu espaço cénico, uma vez que contém cenários agradáveis e coesos e a obra conseguiu usá-los em cenas realmente belas.

Todos os animes citados estão disponíveis na Crunchyroll.

Comments