Anime TV

Yasuke – Season Finale – 1ª Temporada

Yasuke season finale

PODE CONTER SPOILERS DE YASUKE!!!

Não é segredo que, em anos recentes, a Netflix tem vindo a investir cada vez mais nas séries e filmes de animé, embora os seus resultados possam deixar muita gente apreensiva. Isso não impede que o serviço de streaming encontre algumas ideias curiosas através das fontes mais improváveis. No caso de Yasuke, tomaram inspiração direta nos livros de História sobre o único homem de cor a ser consagrado num samurai!

Criado por LeSean Thomas (criador da série Cannon Busters, também uma série de animé original da Netflix) e produzido pelo estúdio MAPPA (que nos trouxe, recentemente, a série Jujutsu Kaisen e a temporada final de Attack on Titan), a série centra-se no samurai titular (LaKeith Stanfield) que, 20 anos depois de uma das suas maiores derrotas em combate, se resigna a viver numa pequena aldeia como um barqueiro. Ele é forçado a retomar a sua vida antiga quando é encarregue de proteger uma menina com poderes sobrenaturais de várias ameaças, de forma a garantir a sua segurança.

O MELHOR:

Yasuke pode muito bem vir a ser uma das séries de animé mais ricas nos campos técnicos que a Netflix tem à sua disposição.

Apesar de ser um tanto ou quanto recente, o estúdio MAPPA tem vindo a afirmar-se como um dos estúdios de animação a ter em conta no futuro. E através de Yasuke, não é complicado perceber-se o porquê. Existem um claro cuidado na conceção dos espaços cénicos, que nos remonta para o Japão feudal do século XVI (se bem que numa versão alternativa, dominada pela magia e mechs com inteligência artificial), além dos pequenos detalhes como a arquitetura dos edifícios até ao guarda-roupa dos personagens que habitam neste universo. O mesmo se aplica às sequências de ação, que se revelam bem ritmadas, mas não menos viscerais. Felizmente, as mesmas são, na sua grande maioria, compostas através da animação tradicional em 2D, em detrimento do uso do CGI, que acaba por trazer alguns problemas da série.

Outro fator positivo reside nos contributos de Flying Lotus na banda sonora da série, claramente marcada por sonoridades claramente japonesas, ao mesmo tempo que inclui algumas batidas de hip-hop ou mesmo de instrumentos de música tradicionais de África. O resultado é uma banda sonora que honra os sons tradicionais japonesas, ao mesmo tempo que a imbui com alguns toques modernos.

Yasuke season finale

O PIOR:

Yasuke pode ser visual e sonoramente apelativo, mas de nada vale se não tem uma história à altura. E infelizmente, tal não é possível de se ver.

Valendo o que vale, a narrativa conta com algumas sequências de flashbacks que ilustram a história da chegada de Yasuke ao Japão e de como foi acolhido pelo shogun da altura, Oda Nobunaga (Takehiro Hira), o que, por seu turno, também despoletou todo o tipo de reações, especialmente de julgamentos nocivos por causa da sua cor de pele ou do seu estatuto. E de certa forma, correspondem ao que está registado nos livros de História. Infelizmente, a narrativa principal acaba por desiludir, muito por enveredar por um sistema anteriormente visto em tantas outras séries, tornando-se facilmente previsível em praticamente tudo.

O elenco vocal também acaba por deixar bastante desejar, uma vez que dá a sensação que não terem uma energia que nos permita criar laços profundos com eles, já para não falar do facto de recaírem nos arquétipos do costume. No entanto, LaKeith Stanfield é facilmente a desilusão da série. Valendo o que vale, o ator pode até ter papéis bastante apelativos no grande ecrã em live-action; aqui, parece que o ator ficou mais contido na sua performance, não trazendo qualquer tipo de autoridade ou carismas necessários para conseguir carregar a série nos seus ombros. O facto de o elenco incluir outros nomes mais conhecidos como Darren Criss ou Ming-Na Wen em papéis de menor relevo acaba por pautar ainda mais essa sensação.

Yasuke season finale

Em suma, Yasuke consegue redimir-se no campo audiovisual, possivelmente suscitando o interesse dos fãs do género. Infelizmente, quando se tem um elenco em baixa forma e/ou uma narrativa desinteressante, o fracasso está praticamente garantido.

Resta saber se a Netflix renovará a série para uma segunda temporada, se bem que LaSean Thomas tem interesse em continuar a explorar este universo.

Podem ler sobre outras Animés aqui.

Estado da série: STAND-BY

0 62 100 1
62%
Average Rating

Apesar de não nos podermos queixar muito a nível visual e sonoro, Yasuke é uma desilusão, não só por causa de uma narrativa desinteressante e previsível, mas também por um elenco completamente desperdiçado.

  • 62%

Comments