Cinema Críticas

Crítica: Tom and Jerry (2021)

Tom and Jerry Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE TOM AND JERRY!

Um dos clássicos animados infantis que conquistou gerações após gerações regressa agora num formato híbrido onde o gato Tom e o rato Jerry andam às turras e travessuras num hotel de luxo. A história foca-se na jovem Kayla, que se encontra desempregada, e assume a identidade de uma organizadora de eventos para ser a responsável pelo casamento de um casal milionário que irá decorrer neste mesmo hotel. Mas Jerry decide tornar este hotel a sua nova casa, para o descontentamento dos funcionários que desprezam a ideia de terem um rato nas instalações, contratando Tom para erradicar esta “ameaça”. Tom and Jerry é um filme realizado por Tim Story, que conhecemos pelas suas obras Barbershop e Fantastic Four, e recupera alguma nostalgia de Who Framed Roger Rabbit?, clássico dos anos 80, que conjuga a animação tradicional a 2D com live-action. Apesar das suas boas intenções, Tom and Jerry acaba por ser um entretenimento muito pouco proveitoso e não faz justiça ao clássico animado que pretende recuperar.

Tom and Jerry Critica de Cinema

Vivemos numa era em que a nostalgia é comercializada a todo o instante, reforçando a ideia de uma Hollywood em crise de ideias. Os icónicos desenhos animados da Hanna Barbera têm sido constantemente trazidos de volta ao grande ecrã com o propósito de apelar às camadas mais jovens que, de alguma forma, não têm interesse nos clássicos animados de antigamente. Apesar de ser um filme despreocupado e prazenteiro, Tom and Jerry acaba por dar demasiada atenção aos protagonistas humanos que, de alguma forma, não trazem nada de novo ao panorama cinematográfico de hoje. Ao contrário de Detective Pikachu, Tom and Jerry acaba por não conseguir habilmente dar a atenção devida aos carismáticos protagonistas animados, apostando numa premissa muito pouco sustentável e que não sabe aproveitar o seu conceito. Claro que é sempre divertido voltarmos a rever estas figuras tão importantes no nosso crescimento, para além de que sempre que a câmara é exclusivamente deste duo travesso e insurreto o filme consegue arrancar-nos uns sorrisos e umas gargalhadas genuínas, mas infelizmente é por aqui que se fica.

Mesmo que apele a uma larga comunidade de fãs, Tom and Jerry necessitava de um enredo mais trabalhado e mais cativante para nos manter investidos no porquê da sua recuperação cinematográfica. Sofre um pouco da maldição de Garfield no que toca a procurar ser entretenimento fácil, onde os argumentistas e os produtores acabam por sucumbir à ganância monetária, mais do que propriamente trazerem um conceito inovador e que justifique esta nostalgia subitamente recuperada para os ecrãs. Há também uma sensação estranha na exploração destas figuras animadas que, de alguma forma, continuam a ser tratadas como figuras animadas quando o seu objetivo não era claramente esse. Vemos Tom e Jerry a brilhar nas suas interações, mas vemos maus-tratos de animais constantemente por parte dos humanos, sendo que a mensagem do filme acaba por não ficar propriamente clara. O espectador inevitavelmente acaba por não perceber onde encaixa este formato e a pequena força que o filme tem acaba por ceder às intenções enevoadas da criação da película.

Tom and Jerry Critica de Cinema

No entanto, Chloë Grace Moretz, que pudemos ver recentemente em Shadow in the Cloud, é uma protagonista carismática, mesmo que o filme, em si, não possua muita substância. Quando o filme dá a atenção devida (que não é tanta quanto se pensava inicialmente) ao duo animado de excelência, consegue verdadeiramente recuperar alguma nostalgia, mesmo que esta não seja suficiente para salvar Tom and Jerry da mediocridade. Paira um desconforto de que o argumento assinado por Kevin Costello é um pouco desprovido de conhecimento do quão atrativas as aventuras de Tom e Jerry eram em formato animado, tornando-se oco e pouco substancial na transmissão de uma mensagem credível e relevante nos tempos que correm. Mas, claro, consegue sempre proporcionar alguns momentos de diversão e vai certamente deixar alguns dos mais curiosos deliciados com a nostalgia básica que provoca.

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Tom e Jerry: O Filme

Título Original: Tom and Jerry

Realização: Tim Story

Elenco: Chloë Grace Moretz, Michael Peña, Jordan Bolger, Rob Delaney, Patsy Ferran, Pallavi Sharda, Colin Jost, Ken Jeong.

Duração: 101 min.

Trailer | Tom and Jerry

Comments