Anime TV

The Promised Neverland – Series Finale – 2ª Temporada

The Promised Neverland Series Finale

CONTÉM SPOILERS DE THE PROMISED NEVERLAND!

O mundo do anime está de luto. Uma das séries mais promissoras dos últimos anos acabou por se esquivar do seu material de origem e entrega aquela que será uma das mais frágeis e débeis apostas deste ano. Emma e companhia conseguem fugir da “quinta” onde estavam a ser cobaias para alimento de demónios famintos, refugiando-se nos bosques circundantes. Aqui, conhecem Mujika e Sonju, dois demónios que renegaram o consumo de carne humana e vivem sedentários na floresta, tirando proveito dos recursos que ela lhes proporciona, salvando a vida das crianças de outros demónios que os perseguiam. Após aprenderem a subsistir por si mesmos, os jovens continuam a sua busca pela comunidade humana que se encontra alegadamente num local seguro, e que deixou pistas para que outros pudessem chegar a este local onde a esperança ainda é uma opção. Ao depararem-se com um bunker num local árido, Emma, Ray e os restantes sobreviventes recebem uma chamada de Mr. Minerva (o criador das pistas) que lhes diz que esta utopia humana já não existe, forçando mais uma vez as crianças a procurarem um local seguro para viver. Ao camuflarem-se numa aldeia de demónios, Emma e Ray fazem uma descoberta que muda todo o seu destino e que lhes dá ânimo para combater os demónios que os caçam incessantemente sem que seja necessário o extermínio da espécie.

The Promised Neverland Series Finale

O MELHOR:

Os primeiros episódios desta segunda temporada de The Promised Neverland ainda trouxeram uma frescura e exploraram o mundo fora das muralhas da quinta com um ritmo adorável, permitindo que o espectador conseguisse absorver todo este worldbuilding que é tão único e especial.

Ao combinar ação palpitante e drama introspetivo, The Promised Neverland estava a conseguir entregar aos fãs aquilo que eles mais ansiavam, progredindo com a narrativa de uma forma que lhes permitia saborear os aspetos mais deliciosos do mangá e aguçando a curiosidade para os eventos que se seguiam. Não sendo um leitor do mangá, confesso que inicialmente está aliciado e pensava eu, na minha inocência, que a série iria seguir o rumo que devia seguir e manter-se fiel ao seu material de origem. Com estes primeiros episódios a exigir pressão sobre as personagens, a intensidade dramática aumenta e acaba por elevar as expectativas de quem o está a acompanhar.

Os visuais e a banda-sonora pareciam estar em simbiose e, sem dúvida, que a expansão da história parecia estar bem encaminhada, mas infelizmente o ritmo começa subitamente a mudar e The Promised Neverland acaba por cair no erro de fazer saltos temporais demasiado drásticos e de nos deixar à deriva com a quantidade de eventos que se seguem posteriormente.

The Promised Neverland Series Finale

O PIOR:

Assim que as crianças chegam ao bunker, The Promised Neverland arruína as expectativas dos fãs e opta por divergir do mangá, cortando arcos narrativos que eram fulcrais para ampliar as odes de sobrevivência dos jovens protagonistas.

O criador Kaiu Shirai permitiu que a sua criação recebesse uma abordagem diferente, deixando o que seria um produto fiel à mesma absolutamente desamparado e sem um fio condutor que justifique as mudanças drásticas de que a série foi vítima. Mesmo não tendo lido o mangá, reconheço que The Promised Neverland apressou imenso o seu ritmo, como que se necessitasse de terminar por algum motivo superior e do qual os fãs estão alheios. O saltar de arcos narrativos importantes e o frenesim em querer terminar faz com que as personagens deixem de ser desenvolvidas e acabem por estagnar rapidamente. Ao remover o conteúdo que seria essencial para manter os fãs e restantes espectadores investidos, The Promised Neverland torna-se banal – para além de enfurecedora para os mesmos – e baça em transmitir com credibilidade a mensagem principal que é o centro e o coração do anime.

Por muito doces que os protagonistas sejam, há toda uma carência em atribuir-lhes camadas de personalidade, e isto deve-se precisamente à rapidez em querer encerrar a série, quebrando com a naturalidade e fluxo de crescimento destas crianças. Os eventos que decorrem acabam por não surtir impacto e inevitavelmente ficamos a conhecer de forma muito superficial os novos intervenientes da ação, ao mesmo tempo, que notamos um decréscimo de abordagens mais humanas e introspetivas nos diálogos entre as personagens. Os avanços temporais e a constante mudança de locais onde a ação decorre acabam por interferir com a perceção do espectador, que por conseguinte, perde o rumo e vai gradualmente distanciando-se da temática.

Um dos aspetos mais fascinantes da cultura de anime japonesa é o facto de conseguir levar os fãs, não só a teorizar os desenvolvimentos, como também incitar e estimular o pensamento e a consciencialização das mensagens sociais que estão patentes nos ricos diálogos dos mesmos. The Promised Neverland começou de uma forma extremamente intrigante, diria até, assustadora e a temporada inicial deu a entender que o progresso seria promissor, mas infelizmente, não foi o que aconteceu, e esta temporada final do anime é precária, pouco substancial e insultuosa para quem acreditava no seu potencial.

The Promised Neverland Series Finale

Estado da Série: TERMINADA

Leiam a nossa Mini-Review anterior de The Promised Neverland aqui.

0 38 100 1
38%
Average Rating

A segunda e última temporada de The Promised Neverland é um autêntico desastre criativo, que revela o quanto é importante seguir-se o material de origem. O ritmo apressado e a omissão de arcos narrativos levam as personagem a estagnar e a história a adquiri um caráter superficial e vazio.

  • 38%

Comments