Cinema Críticas

Crítica: Flora & Ulysses (2021)

Flora & Ulysses Crítica de Cinema

PODE CONTER SPOILERS DE FLORA & ULYSSES!!!

Não é um grande segredo que um dos ingredientes de sucesso da Disney pode ser encontrado no seu vasto catálogo de filmes e séries direcionados para o ambiente familiar. Podem não ser perfeitos, mas também não o tentam ser, dando uma maior prioridade ao entretenimento para as famílias em todo o mundo. Embora os clássicos da animação retenham um estatuto imediatamente icónico, os filmes live-action, de uma forma genérica, tendem a proporcionar bons momentos on the fly e pouco mais do que isso. Este Flora & Ulysses, da Disney+, é claramente um desses casos: não é perfeito, mas consegue entreter.

Baseado no conto juvenil de Kate DiCamillo, o filme centra-se na Flora titular, uma jovem de 10 anos que, embora se auto-entitule como “cínica desde nascença”, encontra nas bandas desenhadas uma espécie de fuga para os seus problemas na vida, como a separação dos seus pais. A sua vida sofre uma reviravolta quando esta acolhe um esquilo adorável e que lhe batiza de Ulysses. O twist disto tudo? É que Ulysses é um esquilo com super-poderes!

Flora & Ulysses Crítica de Cinema

Sendo um filme claramente orientado para a família, não esperem de Flora & Ulysses como uma obra convincente. Claro que, a seu favor, conta com uma narrativa que subverte algumas das tendências dos filmes de super-heróis, repleta de humor bem ao estilo da marca Disney e com uma clara mensagem de manter uma mente otimista mesmo nos dias mais obscuros (considerando que muitos de nós se encontram em confinamento num período negro desta nova década, é fácil delinear alguns paralelos com o mundo real). Dito isto, a narrativa entra em alguns momentos que já podem ser vistos como cliché dentro do género, não tendo imensa margem de manobra para tecer algumas surpresas inesperadas.

Mas aonde a narrativa tem as suas falhas, o resto é bem compensado. E podemos ver isso na direção de Lena Khan, que consegue a proeza que incutir alguns momentos de ação típicos de um filme de super-heróis numa escala bem menor e com resultados bastante engraçados pelo meio. Ao mesmo tempo, as suas escolhas não denigrem alguns dos temas mais sensíveis que o filme explora, ainda que pudesse ir um pouco mais a fundo em alguns deles.

Flora & Ulysses Crítica de Cinema

O elenco de Flora & Ulysses, de uma forma geral, revela-se surpreendentemente competente com as suas performances. Ben Schwartz e Alyson Hannigan interpretam os pais de Flora, George e Phyllis, respetivamente. À sua maneira, ambos conseguem trazer alguns risos de forma ocasional, mas não se desprendem de alguns momentos mais dramáticos, seja Schwartz um pouco mais ténue na comédia ou Hannigan de uma forma perpetuamente cabisbaixa. Benjamin Evan Ainsworth, visto recentemente na minissérie The Haunting Of Bly Manor, traz consigo algumas excentricidades como William, o novo vizinho de Flora que sofre de cegueira nervosa (se é que algo assim existe); Anna Deavere Smith não tem tanto tempo de antena como a Doutora Meescham, mas vai concedendo alguma sabedoria ocasional; e Danny Pudi é praticamente um agente sobre-convencido das suas capacidades (SPOILER ALERT: ele não é tão eficaz como pode pensar).

Ainda assim, o claro destaque do filme vai para a estreante Matilda Lawler, que interpreta a Flora titular. Embora não tenha tantas complexidades como algumas personagens do filme (ainda que algumas ainda demorem o seu tempo a serem melhor exploradas), é impossível não nos deixarmos contagiar pela sua onda positiva constante. Ajuda também que esta consegue transmitir uma relação credível com um esquilo em formato de CGI. Aliás, Ulysses pode ser uma criação digital (e tendo em conta o orçamento familiar, tem alguns altos e baixos), mas não deixa de ser uma criação adorável e bastante expressiva, já para não falar de protagonizar alguns momentos de comédia física que o filme proporciona durante o seu curso.

Flora & Ulysses Crítica de Cinema

Flora & Ulysses é claramente um filme indicado para as famílias e todas as idades. Portanto, e embora possa ter alguns problemas (resultado do público-alvo em questão), não deixa de ser um filme adorável e ocasionalmente engraçado, com uma mensagem importante que convém termos memorizada nos dias de hoje (e mais além).

Podem ler outras Críticas aqui.

Título: As Aventuras de Flora e Ulisses

Título Original: Flora & Ulysses

Realização: Lena Khan

Elenco: Matilda Lawler, Alyson Hannigan, Ben Schwartz, Anna Deavere Smith, Danny Pudi, Benjamin Evan Ainsworth, Kate Micucci, Bobby Moynihan, Nancy Robertson

Duração: 95 minutos

Trailer | Flora & Ulysses

Comments