Cinema Críticas

Crítica: Josep (2020)

josep

CONTÉM SPOILERS DE JOSEP!

Um homem com a saúde debilitada relembra o seu passado, quando foi guarda em um campo de concentração francês para espanhóis que tentaram fugir da ditadura espanhola em 1939. No período em que esteve lá, conheceu o artista Josep Bartolí, a quem protegeu e ajudou na sua fuga.

Josep, primeira longa-metragem de Aurel, já chama atenção pela escolha de contar a história de um pintor num filme animado. Já na cena de abertura, apercebemo-nos de um estilo de animação mais lento, por etapas, como se estivessem a mostrar, desenho a desenho, uma história em banda-desenhada. Tudo chama atenção, e é muito bonito, apesar de também contribuir para o ritmo lento do filme. Embora um risco assumido, a longa-metragem não tem medo de se perder nessa parte mais lenta e a sua curta duração ajuda a não sentirmos essa mesma lentidão.

O desenho é bem pensado, e de certa forma muda de acordo com a leveza, peso e tristeza da história – as cores vão alterando de acordo com o tom da cena. Causa um certo encanto, suavizando o terror de se viver num campo de concentração, mas sem deixar essa realidade pavorosa de lado. Arrisco a dizer que é quase uma leveza respeitosa. Durante uma cena que chama bastante atenção, vemos uma agressão a um dos prisioneiros enquanto o guarda se transforma num porco dentro dos pensamentos de um dos personagens. As cenas com a representação de Frida Kahlo, com quem Josep viveu um romance, também são bastante marcantes.

josep

Talvez a distância do tema atrapalhe na compreensão da história completa, mas o enredo também traz momentos que conseguem ser didáticos de maneira muito positiva, sem cair numa chatice explicativa. E com o passar da história e situações que começam a ficar mais pesadas, o envolvimento é certeiro.

Com traços marcantes e uma história cativante, Josep torna-se quase uma homenagem histórica, que talvez perca pontos com algumas pessoas pela lentidão, mas garante um argumento repleto de reflexões sobre sonhos, motivações e ideais.

“Essas belas ideias, se elas não encontram uma bela pessoa, tornam-se a morte.”

josep

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Josep

Título Original: Josep

Realização: Aurel

Elenco:  Sergi LópezEmmanuel VotteroXavier Serrano.

Duração: 71 min.

Trailer | Josep

Comments