Cinema Críticas

Crítica: The Reckoning (2020)

The Reckoning Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE THE RECKONING!

Depois de Neil Marshall se ter tornado uma das minhas referências do cinema de terror, após a realização do meu filme favorito de terror, The Descent, a sua carreira nem sempre foi estável. Apesar de ter sido o anfitrião de alguns dos melhores episódios da série Game of Thrones, a sua versão de Hellboy foi destruída pela crítica e odiada pelo público em geral. Marshall anda um pouco ainda perdido na sua carreira, vagueando por vários géneros onde claramente não se sente confortável. The Reckoning não é exceção, já que é um filme de terror extremamente baço, incoerente e com prestações pouco credíveis.

The Reckoning Critica de Cinema

A sua esposa Charlotte Kirk é a protagonista, interpretando Grace Haverstock, uma mulher do século XVII que perde o seu marido para a peste negra e precisa de cuidar da sua bebé Abby. Sem grandes poupanças para pagar as suas despesas, o senhorio de Grace começa a ameaçá-la de despejo a não ser que ceda às suas ordens. Quando Grace o rejeita de uma forma menos “agradável”, este senhorio começa a espalhar o seu nome nas tabernas, alegando que a mesma é uma bruxa e que merece ser queimada viva. Capturada, e enjaulada, Grace começa a ter alucinações com o Diabo e luta, a todo o custo, para se desenvencilhar da sua situação.

The Reckoning é um filme que, em termos técnicos, acaba por ser competente, especialmente porque Marshall sabe perfeitamente trabalhar a atmosfera de um bom filme de terror. A banda-sonora, a fotografia, os cenários e o guarda-roupa são extremamente bons, trazendo com alguma credibilidade o século XVII à vida. O trabalho de maquilhagem e recriação da criatura que se assemelha ao Diabo é também excelente, ainda que colocado de forma incoerente e pouco precisa, não sendo trabalhada dentro da própria história. Os maiores defeitos de The Reckoning são aquilo que o destrói por completo e faz com que o espectador revire os olhos com alguma frequência. Seja pelo overacting de Kirk, pela sequência de eventos que acabam por não ter muita lógica nem propósito concreto, ou até mesmo pela fraca exploração das personagens e de uma montagem penosa que provoca problemas no ritmo do filme.

The Reckoning Critica de Cinema

O que também não ajuda muito é o argumento que dispara para diversos lados e nunca chega a conclusões propriamente elucidativas, já que a personagem central acaba por não ter um desenrolar muito consistente e, ora é uma mulher assustada, ora emancipa-se e derrota os seus inimigos, ora tem visões do demónio, ora se esquece da sua criança, e o filme anda sempre a saltitar de objetivos que, no seu todo, não são explicados convenientemente (especialmente a parte do Diabo…) e as intenções de Marshall não conseguem superar as suas maiores dificuldades. Mas há ali uma marca de qualidade, especialmente nalgumas sequências técnicas, onde percebemos que Marshall ainda tem algumas ideias engraçadas para trazer as histórias mais macabras para o ecrã. Precisa mesmo é de entrar em modo sabático até encontrar uma inspiração que o volte a trazer para a ribalta.

The Reckoning não é um filme recomendável pela sua falta de coesão argumentativa e por procurar enaltecer uma atriz que ainda é muito verde para carregar um filme dramaticamente intenso. Tem algumas imagens interessantes do ponto de vista técnico, mas tudo é arruinado por um argumento pobre, sem personagens cativantes, e que nunca assenta num ponto em específico para entregar a sua mensagem. Portanto, The Reckoning podia ser bem melhor do que, na verdade é, e é a prova que o realizador Neil Marshall precisa de assentar, ele mesmo, as suas ideias e voltar a tentar num futuro próximo. Ele tem a capacidade técnica, mas em articular as ideias ainda vai um longo caminho.

The Reckoning Critica de Cinema

Título: A Vingança

Título Original: The Reckoning

Realização: Neil Marshall

Elenco: Charlotte Kirk, Joe Anderson, Sean Pertwee, Steven Waddington, Ian Whyte, Rick Warden, Emma Holzer, Mark Ryan.

Duração: 110 min.

Trailer | The Reckoning

Comments