Cinema Críticas

Crítica: Rams (2020)

Rams Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE RAMS!

Dois irmãos têm uma rivalidade de décadas por ambos serem teimosos e orgulhosos do gado ovino que criam e cuidam, ganhando prémios e consagrando-se no tratamento e nutrição de pecuária. Mas quando um vírus mortal começa a dizimar e a contaminar as suas ovelhas, os irmãos precisas de pôr de lado as suas desavenças e apoiarem-se um ao outro para conseguirem contornar o problema e voltarem a fortalecerem laços há muito perdidos. Rams é um remake australiano de um filme islandês e é realizado por Jeremy Sims. Conta com Sam Neill, Miranda Richardson e Michael Caton nos principais papéis e é uma comédia dramática agradável, ainda que pudesse ser um pouco mais profunda na sua abordagem.

Rams Critica de Cinema

A simplicidade por vezes é o maior trunfo de obras mais humildes e modestas. Rams tem os elementos certos para nos encantar e nos deixar envoltos nesta inimizade entre os dois irmãos protagonistas, para além de não ser imediato em os unir novamente, explorando as personalidades vincadas de ambos e, acima de tudo, de se focarem no amor que têm pela sua profissão. As personagens secundárias acabam por ser cruciais para conseguirmos envolvermo-nos mais com a película, ainda que tudo seja extremamente superficial. É daqueles registos que assenta bem num domingo à tarde, e que tem força suficiente para nos deixar cativados do início ao fim. Neill é bastante carismático e Richardson é uma adição soberba. O elenco acaba por ajudar o filme a elevar um pouco a sua temática simples e sem grande originalidade e é devido a esta humildade que Rams se torna o entretenimento prazenteiro que é.

Embora não prime por uma ideologia propriamente inovadora, o humor subtil e pouco intrusivo leva Rams a conseguir superar algumas das suas dificuldades e mantém a postura das personagens principais mutável e credível, brincando com moralismos que, de alguma forma, são essenciais para recuperar a mensagem principal que fica algo perdida a certa altura do filme. Rams é um filme simples, com uma direção de fotografia competente e que sabe trabalhar os seus maiores atributos sem parecer pretensioso nem cair em melodramas desnecessários. Ainda que não consiga ascender a algo superior, é um registo singelo e que tem os elementos certos, nas doses certas, para nos tocar com a sua história. Mesmo sendo uma adaptação, Rams tem um carinho próprio no trabalho dos seus atores e é, em geral, direto naquilo que pretende transmitir ao público. A química entre os atores e a doçura com que trata a relação dos mesmos com as ovelhas que vão aparecendo gradualmente no ecrã acaba por nos fazer apegar a elas, percebendo que não estamos perante personagens que descredibilizam nem culpam os seus objetos de adoração e dedicação sofram as consequências das suas mazelas psicológicas.

Rams Critica de Cinema

Portanto, mesmo não sendo uma obra-prima, esta comédia australiana tem o coração no sítio certo e tem atores competentes e dedicados e o humor é subtil e engraçado, capaz de nos fazer sorrir e até de cair uma lágrima quando o clímax atinge o seu auge. É cinema simples, pouco ambicioso e explora as suas personagens calmamente para que fiquemos com uma visão ampla daqueles que são os seus objetivos primários e, acima de tudo, não utiliza os animais como meio, mas sim como o núcleo que as separa ou une precisamente pela sua paixão incontrolável pelos mesmos.

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Rams

Título Original: Rams

Realização: Jeremy Sims

Elenco: Sam Neill, Miranda Richardson, Asher Keddie, Michael Caton, Hayley McElhinney, Wayne Blair, Leon Ford.

Duração: 115 min.

Trailer | Rams

Comments