Mini-Reviews TV TV

A Discovery of Witches – Season Finale – 2ª Temporada

A Discovery of Witches Season Finale

CONTÉM SPOILERS DE A DISCOVERY OF WITCHES!

Um ano após a sua estreia, A Discovery of Witches está de regresso, com novas aventuras da aprendiz de bruxa Diana Bishop e a sua cara-metade, o vampiro lendário Matthew de Clairmont. Ao viajarem para o século XVI, Diana e Matthew apressam-se a camuflarem-se na sociedade, procurando por respostas que os possam auxiliar no futuro e apostar no treino de Diana para se tornar a bruxa poderosa que está destinada a ser. No entanto, há todo um conjunto de problemas que se atravessam no seu caminho e os forçam novamente a regressar ao presente para enfrentar as forças negras de Peter Knox e a sua tirania.

A Discovery of Witches Season Finale

O MELHOR:

Esta segunda temporada traz algo de especial a A Discovery of Witches.

Não é, de todo, a melhor temporada e tem carência de alguns aspetos importantes, mas uma das características mais apelativa é a aposta em novas personagens e nalgum desenvolvimento das mesmas. A química entre Teresa Palmer e Matthew Goode é inigualável e os aspetos que rodeiam a sua relação acabam por continuar a ser o núcleo que rege a série. Mas toda a atenção do espectador é focada nas novas personagens, em especial Goody Alsop, interpretada pela veterana Sheila Hancock, Gallowglass (Steven Cree) e o pequeno (e adorável) Jack (Joshua Blue Pickering). Eles trazem uma brisa fresca que faz com que esta viagem no tempo de Diana e Matthew não seja desperdiçada na sua totalidade; para além disso, Marcus Whitmore (Edward Bluemel) tem agora o destaque que merece e assegura as rédeas (com qualidade) da componente presente na ausência dos protagonistas.

Se as personagens secundárias começam a ter um destaque maior, já outras acabam por ficar algo esquecidas, mas com tão poucos episódios, A Discovery of Witches tinha obrigatoriamente que fazer cortes nalgumas opções. Seja como for, em termos de produção, há um upgrade maior da série, ao transportar os protagonistas para uma Londres decadente no século XVI, onde o guarda-roupa e o design de produção se tornam eles mesmos personagens importantes. A banda-sonora também continua a crescer e estas características técnicas embelezam os momentos mais significativos da temporada, deixando os fãs felizes por verem a sua adaptação literária favorita ganhar vida consoante o que idealizaram.

A Discovery of Witches Season Finale

O PIOR:

No entanto, a temporada é algo apressada, com demasiadas linhas de história que se tornam confusas a longo prazo e dá por vezes destaque a situações que não têm assim tanta relevância para o fluxo do enredo.

A personagem de Louisa de Clairmont, interpretada por Elaine Cassidy, e mesmo Philippe de Clairmont, um James Purefoy surpreendente, acabam por ter o seu tempo de antena muito reduzido e de não ter uma exploração digna da sua relevância para o enredo. Como mencionei anteriormente, o maior trunfo da temporada acaba por ser também o seu calcanhar de Aquiles. As ambições de quererem avançar com os livros de Deborah Harkness faz com que a equipa de argumentistas não consiga explorar toda esta vasta legião de personagens e acaba por negligenciar algumas que têm tanta ou mais relevância que outras, fazendo com que a temporada acabe por apressar alguns momentos que seriam fulcrais para intensidade dramática.

Outra questão também menos boa e que age em consequência deste defeito enorme, é que os twists acabam por não surtir efeito, tornando a série demasiado previsível. A ausência de um vilão com maior presença também se revela uma fragilidade, já que o espectador acaba por nunca sentir verdadeiramente que os protagonistas estão em perigo sério de verem os seus planos a irem “por água a baixo”. Ainda que A Discovery of Witches consiga surpreender nalguns campos e de certamente progredir (ainda que apressadamente) na sua história, tem ainda algumas arestas a melhorar e especialmente amadurecer e levar os eventos com mais calma, para que os fãs tenham oportunidade de saborearem o grande leque de personagens deliciosas que constam nas páginas dos livros.

A Discovery of Witches já foi renovada para uma terceira temporada e esperemos que os argumentistas tenham em consideração estas falhas que precisam imenso de uma nova abordagem, ou então a série irá tornar-se mais uma das muitas do género que cai no erro de ser mais ambiciosa por se querer “despachar à pressa”, mais do que deixar os seus fãs satisfeitos.

A Discovery of Witches Season Finale

Estado da Série: RENOVADA

Leiam a nossa Mini-Review anterior de A Discovery of Witches aqui.

0 70 100 1

70%
Average Rating

A Discovery of Witches continua a ter aspetos muito engraçados, mas acaba por se atrapalhar no desenvolvimento das personagens secundárias que são demasiadas para aquilo que o orçamento da série permite.

  • 70%

Comments