Mini-Reviews TV TV

Doctor Who – New Year Special – Revolution of the Daleks

Doctor Who New Year Special

PODE CONTER SPOILERS DE DOCTOR WHO!!!

Tem sido sempre uma tradição Doctor Who, uma das séries mais duradouras do Reino Unido, oferecer um episódio especial durante a época festiva (leia-se Natal). Esse sistema sofreu alterações a partir do momento em que Chris ChibnallJodie Whittaker tomaram as rédeas da série como showrunner e protagonista respetivamente. Isso tornou-se mais do que evidente na sua temporada de estreia, optando por um especial de Ano Novo. E parece que a equipa por detrás da série não se esqueceu dos fãs num dos anos mais complicados de sempre, entregando, quase que como um relógio, um especial de Ano Novo. Neste caso, este Revolution of the Daleks.

Tomando lugar pouco depois dos eventos da temporada anterior, Revolution of the Daleks reencontra-nos com a Doutora (Whittaker) encarcerada e com os seus companheiros de viagem de volta à Terra. No entanto, uma nova ameaça em terreno britânico obrigada a Doutora a escapulir-se juntamente com o Capitão Jack Harkness (John Barrowman).

Doctor Who New Year Special

O MELHOR:

Para fãs de Doctor Who, este é um regresso há muito aguardada, ainda que já tenhamos testemunhado a temporada ainda este ano!

Digamos que, desde o lançamento do season finale até este especial, o mundo foi assolado pela pandemia atual, tentando encontrar uma espécie de conforto para milhões de pessoas em todo o mundo. E para todos os efeitos e circunstâncias, os fãs têm razões mais que suficientes para regozijar neste episódio especial.

A narrativa do episódio – a cargo de Chibnall – pode ser um tanto ou quanto básica (spoiler alert: é mais uma invasão de alienígenas!), mas tem elementos que funcionam a seu favor. Este episódio, por exemplo, traz o regresso de Jodie Whittaker e dos seus comparsas, claramente, mas uma das surpresas do episódio reside no regresso de Chris Noth como Robertson, o magnata de Arachnids in the UK e que serve de pseudo-vilão de serviço, com ações e atitudes capazes de surtir raiva inerente, mas pelo menos exibe algumas melhorias (e inclusive algumas comparações com um certo empresário americano).

Doctor Who New Year Special

Revolution of the Daleks também tem o benefício de ter sido melhorado desde março até janeiro deste ano, dando-nos performances ligeiramente melhores fruto do elenco principal e de alguns convidados, mas também nota-se num carinho mais evidente ao aspeto visual do episódio, sendo um dos episódios mais belos que a série nos ofereceu até à data. Pelo menos, no que refere aos especiais festivos.

O PIOR:

Infelizmente, Revolution of the Daleks não é totalmente imune aos problemas que atormenta a série durante esta era atual.

Um desses problemas reside no próprio ritmo do episódio, que se encontra repleto de momentos one-on-one entre os vários personagens. Não tem nada de mal nisso, já que proporciona algumas conversas profundas entre a Doutora e Ryan (Tosin Cole) ou entre Yaz (Mandip Gill) e Jack. Infelizmente, essas interações sacrificam o avanço da narrativa em geral, deixando alguns dos momentos mais explosivos ou no final do episódio ou fora do ecrã.

E apesar de o elenco até ter performances decentes de uma forma geral, a maioria acaba renegado a presenças bastantes limitadas. Uma das desilusões do episódio é o próprio John Barrowman que, apesar de proporcionar alguma diversão, acaba por ser mal utilizado (já para não falar de a tão esperada reunião entre a Doutora e um dos seus antigos companheiros de viagem não ter tido o tempo de antena desejado. Mas o pior está reservado para Ryan e Graham (Bradley Walsh), muito por este tratar-se do episódio final deles e terem deixado a desejar.

Doctor Who New Year Special

Os fãs acérrimos de Doctor Who poderão encontrar neste Revolution of the Daleks algo com que salivar enquanto se espera pela nova temporada (que muitos esperam que regresse perto do final deste novo ano civil). Infelizmente, como experiência televisiva, este é um episódio que poderá desagradar a muita gente.

Podem ler o Frame By Frame anterior de Doctor Who aqui.

Estado da série: RENOVADA

0 60 100 1
60%
Average Rating

Revolution of the Daleks pode providenciar algo novo para os fãs de Doctor Who nesta altura complicada, mas também trata-se de uma experiência que deixa bastante a desejar.

  • 60%

Comments