Cinema Críticas

Crítica: Lucent (2014)

Lucent Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE LUCENT!

Antes de lançar aquele que se tornou provavelmente o filme mais revolucionário da minha vida, Dominion, Chris Delforce expôs a crueldade da indústria da carne de porco em Lucent, um filme de quase duas horas onde o espectador é forçado a visualizar o horror das condições e vivências de milhares de animais residentes dos matadouros e locais de procriação da Austrália. Pode ser um conto aparentemente focado num único espaço, mas reflete uma preocupação sobre como os animais são tratados até chegarem ao prato dos consumidores. É mais um de muitos que trazem à superfície toda uma crueldade sufocante e que incentiva instintivamente uma atitude do público.

Lucent Critica de Cinema

Tal como o seu filme seguinte, Lucent é composto por imagens amadoras, onde ativistas se infiltram dentro das instalações e filmam em primeira mão as condições deploráveis onde os animais são criados. É uma tortura visual gigante, que nos leva às lágrimas em diversos momentos. É uma realidade tão assustadora e tão indigna que nos causa uma revolta enorme. Apesar da narração de Lucent não ser tão envolvente como a de Dominion, não deixa de ser um filme relevante e que atinge precisamente a sua função: chocar o maior número de público e ilustrar uma realidade que foi sempre apoiada em torno de secretismo. Delforce conjuga imagens que revelam o quanto especial é o porco como animal e que, definitivamente, não merece o destino cruel que lhe impingimos. É um registo claustrofóbico, já que parece que estamos tão aprisionados como os animais que vamos vendo, querendo desviar o olhar a todo o custo e não poder…

Lucent é educativo porque choca e nos faz querer tomar uma atitude. Deixar de incentivar estas indústrias a continuarem estas práticas desumanas perante seres que são tão conscientes quanto nós e que continuamos a subjugar com crueldade. O ser humano já não se rege pela sobrevivência… mata por matar. E, pior do que isso, continua a cismar em não seguir um caminho mais sensato para respeitar os animais que sempre estiveram ao nosso lado e nos ajudaram a crescer como espécie. Há toda uma ética que temos de reavaliar e criarmos hábitos alimentares que não prejudiquem o planeta nem impliquem a morte e a chacina de milhões de seres que não conhecem outra vida a não ser o sítio onde irão morrer. Lucent é mais um abre olhos e um que tenho todo o gosto em divulgar e em continuar a ser um ativista e espalhar a palavra para que mais pessoas se elucidem sobre esta prática desumana.

Lucent Critica de Cinema

Ser vegetariano (e fazendo a maioria das refeições veganas) foi uma das melhores influências que Chris Delforce me incutiu, tornando-se um ícone pessoal e um que me fez mudar toda a minha conduta enquanto ser humano. Há toda uma melhoria pessoal que me permite ser mais humilde e respeitador do reino animal e de continuar a expandir a sua palavra que está imortalizada em filme. E não precisam de ir muito longe para o ver, já que se encontra abertamente no YouTube. Lucent é um filme imperdível, agonizante e que vos irá deixar em lágrimas, tal como outros que temos aqui em análise como Dominion, Earthlings, Land of Hope and Glory e ainda outras abordagens mais abrangentes como Tiger King, Sea of Shadows, The Ivory Game, The Cove, Blackfish e tantos outros que se focam nas más práticas humanas relativamente ao mundo animal.

Temos a responsabilidade de melhorar a nossa ética e de mudarmos a nossa mentalidade relativamente à nossa alimentação, ao meio selvagem e ao nosso planeta. Estamos numa fase fulcral para que ele seja salvo e continue a ser a nossa casa. Mas nunca nos devemos esquecer que não somos os únicos a habitá-lo e todos eles merecem viver em harmonia no seu meio… e não em paredes de betão e grades, deitados nas suas próprias fezes, sem se poderem mexer, e lentamente a aguardar uma morte que é feita sem qualquer piedade.

Lucent Critica de Cinema

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Lucent

Título Original: Lucent

Realização: Chris Delforce

Duração: 107 min.

Trailer | Lucent

Comments