Mini-Reviews TV TV

The Flight Attendant – Season Finale – 1ª Temporada

The Flight Attendant Series Finale

CONTÉM SPOILERS DE THE FLIGHT ATTENDANT!

Depois do sucesso de The Big Bang Theory, não seria por muito tempo que viéssemos a ver os seus atores noutros projetos. Kaley Cuoco é a protagonista desta aposta da HBO Max onde uma hospedeira de bordo se envolve com um passageiro milionário e charmoso e, depois de uma noite de loucura em Bangkok com muito álcool à mistura, acorda ao lado do corpo assassinado deste seu novo amante. Cassie entra em pânico e começa a tentar fugir com medo de ser acusada pelo crime. The Flight Attendant é uma surpresa extremamente agradável e que nos mantém cativados do início ao fim com o seu mistério acutilante, lições de vida sobre alcoolismo e alienação social, um humor negro absolutamente magistral e um ritmo acelerado que nos leva a grandes doses de nervosismo.

The Flight Attendant Series Finale

O MELHOR:

Apesar de todo o centro da narrativa ganhar uma vida incrivelmente palpitante com a protagonista Kaley Cuoco, há todo um rol de aspetos positivos que tornam The Flight Attendant aquela última obsessão do ano que nos conquista imenso.

Há imensas personagens deliciosas que compõem a narrativa e o elenco ajuda a que esta minissérie não as torne adornais e sim funcionais, trazendo uma alegria diferente. Aliás, Cassie não é propriamente aquela protagonista cliché, já que está embebida (ou melhor… quase sempre bêbeda?) em graves episódios traumáticos e a sua conduta acaba por ser extremamente impulsiva e errática, algo que lhe atribui camadas dramáticas interessantes e um humor particular em tentar fugir dos seus problemas. É também pela exploração do aspeto do alcoolismo que The Flight Attendant eleva a sua musa a um patamar superior, utilizando-o como veículo para atenuar o sofrimento, como, ao mesmo tempo, um asset no “despoletar de memórias”. Esta dualidade da utilização do álcool como fonte de memória e ao mesmo tempo de esquecimento, torna The Flight Attendant uma viagem extremamente cativante e que não romantiza totalmente as situações. Para além disso, a narrativa da minissérie, por ser compacta, é, no seu geral, brilhante em não deixar pontas soltas e não contribuir para que a história fuja muito do seu núcleo. Claro que acaba por tomar algumas decisões menos boas ao longo do caminho, mas o facto de nunca se desviar do seu objetivo torna-a empolgante ao máximo.

É também um prazer ver Michelle Gomez a contribuir com mais uma personagem icónica na televisão e que, esperemos nós, comece realmente a receber o mérito que merece. Mas The Flight Attendant consegue, no seu geral, tornar estas personagens secundárias relevantes para a narrativa e não as descarta mal tenha possibilidade; fazendo com que o espectador sinta empatia com as mesmas e que esteja a torcer para que o mistério, de alguma forma, não as envolva. Portanto, The Flight Attendant é uma das surpresas do ano, com um ritmo maravilhoso e palpitante, uma protagonista maravilhosa e um elenco secundário muito competente. E é também uma viagem sobre vício, trauma e ainda um humor próprio em como nós criamos mecanismos de defesa para nos protegermos pouco convencionais.

The Flight Attendant Series Finale

O PIOR:

Apesar de ser um exercício, no seu geral, muito bem feito, há certas decisões argumentativas que não correram muito bem.

A maior é precisamente a linha de história secundária de Megan, interpretada por Rosie Perez, e que é colega de Cassie. A personagem, que prometia algo bem mais motivador a longo prazo, acaba por ver a sua personagem desperdiçada e negligenciada; como que foi usada como uma tentativa de criar algo mais do que o mistério principal e que é tratada com desprezo (do início ao fim na verdade…) no desenlace, sem que fiquemos com uma noção do que lhe aconteceu verdadeiramente. Este é talvez o maior defeito de The Flight Attendant, por querer abranger mais do que devia e não saber como colmatar essa sua opção.

Apesar de, no seu geral, ser um exercício televisivo com a dose certa de twists, The Flight Attendant acaba por tornar-se repetitiva a certo ponto, criando uma sensação de que está a ser um “bocadinho irrealista” demais. No entanto, mesmo que isto a torne um produto menos consistente, não deixa de ser uma daquelas experiências televisivas que tem todos os elementos para nos entreter e nos deixar absorvidos na sua curta longevidade.

P.S. – Aparentemente a HBO decidiu renovar esta suposta minissérie para uma 2ª temporada, anunciada posteriormente à elaboração desta crítica.

The Flight Attendant Series Finale

Estado da Série: RENOVADA

Leiam outras Mini-Reviews aqui.

0 80 100 1
80%
Average Rating

The Flight Attendant é uma minissérie que surpreende muito pela positiva, com uma protagonista excelente e prestações muito boas do seu elenco. E, apesar de nem sempre tomar as melhores decisões nalgumas situações, é um exercício muito empolgante e que irá deliciar o seu público com os twists frequentes.

  • 80%

Comments