Cinema Críticas

Crítica: Yes Man (2008)

Yes Man Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE YES MAN!

Depois da desilusão revoltante de King Arthur: Legend of the Sword, recorri ao Jim Carrey para me tentar alegrar um pouco, mas o resultado foi tanto ou pior. Yes Man acompanha a história de Carl. um recentemente divorciado que vive uma vida solitária e amarga, constantemente rejeitando convites dos seus amigos. Mas Carl tenta mudar a sua vida ao frequentar um seminário onde um dito profeta explica que devemos dizer a palavra “sim” com mais frequência para sermos mais felizes do que somos. Pronto… e Carl decide passar a dizer sim a tudo o que lhe é proposto, tenha isso de bom ou mau para a sua vida.

Yes Man Critica de Cinema

Yes Man tem a matéria perfeita para um ator como Jim Carrey que nos agraciou moderadamente com a sua postura exageradamente cómica. Tanto que é um material para desafiar o ator em conseguir permanecer num registo diferente do habitual, fazendo com que oscilasse na linha entre um Eternal Sunshine of the Spotless Mind e um Ace Ventura. As doses de ambos deviam estar equilibradas, mas Carrey é tão ganancioso que destrói qualquer envolvimento com Yes Man. Este é daqueles filmes que me revolta bastante, já que é uma comédia que devia manter-se ligeira e sem grandes exageros e a liberdade que deram a Carrey provou ser inimiga do seu sucesso.

Jim Carrey entra em modo descontrolado, exagerando momentos que não tinham necessidade de serem exagerados, cria situações tão palermas que perdem a graça e a moral bonita que estava nas boas intenções do filme perde completamente a sua força. Para além disso, Yes Man peca tanto, mas tanto, por aproveitar-se duma situação real (sim, esta história é baseada num conto verídico) e torná-la significativamente burra e desprovida de sentido e alma. As personagens são completamente banais, sem camadas dramáticas relevantes e todas elas apenas elevam a idiotice do filme; mesmo que Zooey Deschanel se revele a maior surpresa, visto que a sua doçura e quirkiness habitual assentam que nem uma luva na sua personagem, é reduzida a um cliché que nada de novo traz ao cinema.

Yes Man Critica de Cinema

Portanto, Yes Man podia ser um filme que continuasse a tornar a carreira do icónico Jim Carrey promissora, mas é um exercício extremamente sobrevalorizado que basicamente utiliza uma estrela que está estagnada na sua veia cómica exagerada e que não sabe adaptar-se às circunstâncias dos seus papéis, ou então, fica fora de controlo assim que lhe dão a mínima oportunidade. Há determinados casos em que isso resulta mas Yes Man não é um deles… tentem procurar outro filme na Netflix que vos ensine mais do que aquilo que vos insulta a inteligência.

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Sim!

Título Original: Yes Man

Realização: Peyton Reed

Elenco: Jim Carrey, Zooey Deschanel, Bradley Cooper, John Michael Higgins, Rhys Darby, Danny Masterson, Fionnula Flanagan, Terence Stamp, Sasha Alexander, Molly Sims, Brent Briscoe.

Duração: 104 min.

Trailer | Yes Man

Comments