Cinema Críticas

Crítica: Moonraker (1979)

Moonraker Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE MOONRAKER!

Um dos meus maiores guilty pleasures de James Bond é este Moonraker. É uma aventura sem precedentes que prova que o planeta Terra não é suficiente para o espião mais talentoso do cinema. 007 precisa de investigar o desaparecimento misterioso de uma aeronave proveniente do magnata Hugo Drax. Mas James descobre uma conspiração maior do que esperava. Moonraker é um filme de ação que traz de volta todos os elementos deliciosos que tornam James Bond o entertainer que é.

Moonraker Critica de Cinema

É uma obra realizada pelo já habitual Lewis Gilbert e traz de volta Jaws, o assassino de dentes metálicos que conhecemos do filme anterior. É um produto totalmente cheesy, com saídas charmosas e sequências de ação cada vez melhores. É também aquele que inclui uma referência divertida a Star Wars e que não tem medo de arriscar. Pode parecer ridículo vermos James ir até a uma base espacial e a fazer as suas típicas travessuras, mas a narrativa é totalmente credível para o feito. A banda-sonora é palpitante e tem temas icónicos, possivelmente um dos melhores trabalhos de John Barry na saga, tirando a música dos créditos que pertence à autoria da maravilhosa Shirley Bassey, mas que não possui o charme dos seus anteriores.

Moonraker é um caminho um pouco tresloucado inserido num universo tão simples de espionagem e ação palpável. Mas tem tudo aquilo que nos fez gostar de James Bond e das suas aventuras, com o charme irresistível de Sir Roger Moore cada vez a dar mais frutos e o avançar da saga em abrandar com a génese de um bom que só pensa com qual mulher irá envolver-se de seguida. Tem um flirt singelo e que nos faz sorrir; um humor engraçado e que surte efeito nos momentos em que é aplicado; sequências de ação verdadeiramente entusiasmantes e um novo vilão extremamente versátil, ainda que pouco explorado.

Moonraker Critica de Cinema
Director Michael Lonsdale on the set of “Moonraker”. (Photo by Sunset Boulevard/Corbis via Getty Images)

Por muito que Moonraker seja um guilty pleasure notório, há todo um cenário de falta de desenvolvimento das personagens e, por muito carismático que seja Michael Lonsdale (que ainda há pouco perdeu a vida infelizmente), o seu vilão Hugo Drax merecia um tratamento mais aprofundado e mais tempo de antena. Ainda assim, o facto de James ser forçado a viajar para diferentes locais do planeta, torna Moonraker diversificado e que não tem receio de tomar opções ousadas para que o espectador não se farte do que está a ver. O espaço, de facto, não está preparado para Bond… mas a viagem é tão engraçada que vale mesmo a pena!

Leiam outras Críticas aqui.

Título: 007 – Aventura no Espaço

Título Original: Moonraker

Realização: Lewis Gilbert

Elenco: Roger Moore, Lois Chiles, Michael Lonsdale, Richard Kiel, Corinne Cléry, Bernard Lee, Geoffey Keen, Desmond Llewelyn, Lois Maxwell.

Duração: 126 min.

Trailer | Moonraker

Comments