Cinema Críticas

Crítica: Interview with the Vampire: The Vampire Chronicles (1994)

Interview with the Vampire Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE INTERVIEW WITH THE VAMPIRE: THE VAMPIRE CHRONICLES!

Um daqueles clássicos mais cativantes dos anos 90 é incontestavelmente Interiew with the Vampire: The Vampire Chronicles, baseado na obra de Anne Rice. Louis, um vampiro centenário que conta as crónicas da sua vida ao jornalista Daniel Molloy. Crónicas estas que nos levam para séculos atrás, onde Louis foi criado pelo mestre Lestat e de como as suas vidas mudaram assim que surgiu Claudia, uma jovem que foi transformada em tenra idade. Interview with the Vampire: The Vampire Chronicles é, acima de qualquer outra coisa, um filme sobre identidade.

Interview with the Vampire Critica de Cinema

É uma obra contemplativa que tem um poder hipnótico, desde a construção das suas personagens, até ao seu objetivo principal de nos fazer refletir sobre quem somos e o que queremos para a nossa vida. É uma narrativa que, contada em tons fantasiosos, espelha a realidade individual de cada um de nós. Sob o olhar penetrante de um Brad Pitt jovial, Interview with the Vampire é uma coming of age story que transcende a trivialidade. Há imensos ensinamentos a reter de ouvir um vampiro falar sobre a forma como encara o mundo, de como tem perceção de que é o bem e o mal; de como é procurar uma alma num corpo vazio. Para além disto, Interview with the Vampire também se torna uma lição social muito grande, serpenteando pelo tempo e deixando a sua marca.

Em termos mais práticos, o filme traz um elenco de estrelas maravilhosas e todas elas são dignas de prémios, com prestações soberbas. Desde Brad Pitt, passando por um Tom Cruise magnífico, um Antonio Banderas muito longe da sua zona de conforto e uma Kirsten Dunst extraordinária. Todos eles possuem um destaque fabuloso e nenhuma personagem fica para trás em termos construtivos. A escrita de Rice revela o carinho que sente por estas personagens fabulosas, e os arranjos descritivos do realizador Neil Jordan tornam-no uma obra visual única e que irá satisfazer todos os que apreciam um bom filme no seu geral.

Interview with the Vampire Critica de Cinema

Para além do argumento ser fantástico, há toda uma componente técnica que realça as diferentes épocas em que decorre a ação, utilizando mecanismos práticos e uma sumptuosidade classicista que torna Interview with the Vampire uma obra extremamente visual. É incrível que, mesmo passados tantos anos, Interview with the Vampire parece ainda tão recente. É um filme que é como o vinho do Porto e envelhece a trazer ensinamentos tão bons agora, como na época em que foi lançado. A beleza do cinema e a sua intemporalidade são dos aspetos mais gratificantes de se ser crítico e apreciador de arte. Se algum dia estiveram reticentes em dar uma oportunidade a Interview with the Vampire: The Vampire Chronicles, está na altura de tomarem uma atitude e deslumbrarem-se com um filme que está muito à frente do seu tempo.

Resta-me apenas reforçar que este clássico é um espelho vivo de como os vampiros são o reflexo daquilo que os humanos procuram em si mesmos; uma ânsia pela beleza, imortalidade, e ao mesmo tempo opressão e busca por uma identidade. Somos seres antagónicos e com uma moral muito complexa, e talvez isso é aquilo que nos torna especiais enquanto espécie. Mas este grandioso filme vai fazer-vos repensar esta ideia de que os vampiros servem apenas para os adolescentes se consolarem com os seus protagonistas a iniciarem a puberdade, e preparem-se para um filme complexo, visualmente maravilhoso e com prestações do mais alto nível.

Interview with the Vampire Critica de Cinema

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Entrevista com o Vampiro

Título Original: Interview with the Vampire: The Vampire Chronicles

Realização: Neil Jordan

Elenco: Brad Pitt, Christian Slater, Tom Cruise, Thandie Newton, Helen McCrory, Kirsten Dunst, Roger Lloyd Pack, Stephen Rea, Antonio Banderas.

Duração: 122 min.

Trailer | Interview with the Vampire: The Vampire Chronicles

Comments