Cinema Críticas

Crítica: Freaky (2020)

Freaky Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE FREAKY!

Uma das maiores surpresas para os críticos neste ano assolado por uma pandemia foi este Freaky, de Christopher Landon. É, de facto, uma comédia muito divertida, mas não é totalmente original nem assim tão surpreendente quanto isso. Millie acidentalmente troca de corpo com o serial killer Butcher numa tentativa de lhe escapar; quando acorda no seu novo corpo, adulto e masculino, Millie precisa de recuperar a faca mística que permitiu que isto acontecesse, e tem apenas 24 horas para o fazer.

Freaky Critica de Cinema

Freaky é uma homenagem engraçada a Freaky Friday, num registo que engloba um humor delicioso com alguns momentos de slasher bastante competentes. Tem personagens castiças e potencial para um franchise que, estranhamente, nunca antes tinham pensado em Hollywood. A verdade é que Freaky ganha algum carisma especial devido aos seus atores principais, Vince Vaughn e Kathryn Newton e acaba por conquistar a longo prazo. Mas os exageros acabam por não permitir que Freaky vá um pouco mais além. Tem os elementos certos, mas em determinadas alturas está só a prolongar para efeitos cómicos desnecessariamente. Há também toda uma carência em explorar algumas das personagens que se revelam um dos seus maiores trunfos, especialmente os amigos Nyla e Josh.

Mesmo que Freaky não seja uma obra-prima, tem momentos e saídas mesmo muito engraçadas e que farão as delícias que quem tem já saudades de um Scary Movie bem conseguido. A sua temática não muito engenhosa faz com que Christopher Landon saiba (quase sempre) até onde pode ir para manter a sua história minimamente apelativa e com os devidos limites. Vaughn acaba por ter um destaque diferente do seu habitual registo de comédia e o resultado é melhor do que o esperado. A colisão de idades face à troca de sexo é também muito divertida e acaba por conquistar suavemente em determinados aspetos. Mas Freaky devia explorar a génese de ambas as personagens principais e não o faz… nunca percebemos o porquê de Butcher ser o assassino que é, e acaba por haver um desnível de desenvolvimento que não é, de todo, justo.

Freaky Critica de Cinema

Há também toda uma tentativa de Freaky esfregar na cara do espectador a sua veia feminista desnecessariamente… isto porque o filme resultaria bem como está sem este forçar explícito. E devo reforçar a falta de um desenvolvimento das personagens secundárias sem estarem ligadas ao elemento cómico que o filme tentar impingir. Mesmo assim, Freaky acaba por ser verdadeiramente uma agradável surpresa e é um serão muito porreiro para uma sexta-feira à noite com um bom saquinho de pipocas.

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Freaky

Título Original: Freaky

Realização: Christopher Landon

Elenco: Vince Vaughn, Kathryn Newton, Celeste O’Connor, Misha Osherovich, Emily Holder, Nicholas Stargel, Uriah Shelton, Katie Finneran, Alan Ruck.

Duração: 102 min.

Trailer | Freaky

Comments