Cinema Críticas

Crítica: Cordelia (2019)

Cordelia Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE CORDELIA!

Cordelia é um filme escrito e protagonizado por Antonia Campbell-Hughes e foca-se na personagem que dá título ao filme que ainda está a lidar com um antigo trauma, enquanto vive com a sua irmã gémea no centro de Londres. O seu vizinho Frank mostra interesse em aproximar-se da mesma, mas Cordelia começa a não conseguir discernir aquilo que é real e o que não é.

Cordelia Critica de Cinema

Cordelia é um filme extremamente frustrante que, honestamente, não leva ninguém a lado nenhum nem a obter qualquer resposta. É uma obra vaga, que se rege por uma atmosfera misteriosa mas que nunca encontra um local confortável para desenvolver. Apesar de ter um elenco talentoso, composto por Hughes, Johnny Flynn, Michael Gambon, Catherine McCormack e Alun Armstrong, Cordelia é um desperdício total de talento. Há uma clara intenção de Hughes em ser abstrata na sua abordagem, mas nada do que faz parece nutrir uma explicação. É um caso que tenta ser mais do que realmente consegue ser. Como se se tratasse de uma tentativa de deixar o espectador a pensar em algo que é tão concreto e tão palpável quanto respirar.

Utilizar um trauma como veículo de surtos inesperados ou da perda de noção de realidade já não é invulgar no cinema, não fosse alguns dos grandes clássicos como Fight Club jogar com esta perceção e entregando ao público uma resposta que o deixa boquiaberto. Cordelia é tão insosso e pobre de espírito que não consegue conquistar em nenhum prisma. E muito disto também se deve ao facto de ser um filme totalmente egocêntrico e não procurar desenvolver convenientemente as poucas personagens que compõem a sua narrativa.

Cordelia Critica de Cinema

A atmosfera sombria e envolta em mistério não é justificativa de algo que nunca sabe bem que caminho tem de percorrer para fazer sentido. Graças às prestações, Cordelia acaba por se safar de um desastre autêntico e a intensidade dramática com que rege a conduta da personagem principal ajuda um pouco a criarmos uma certa empatia pela mesma. Todo o resto não passa de algo desinteressante, sem grande entusiasmo. Como se fosse a introdução de um bom capítulo de terror que se fica por isso e disso não passa. Portanto, afastem-se de Cordelia porque, tanto ela, como o filme, não vos ensina nem traz nada de novo.

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Cordelia

Título Original: Cordelia

Realização: Adrian Shergold

Elenco: Antonia Campbell-Hughes, Johnny Flynn, Michael Gambon, Catherine McCormack, Alun Armstrong, Joel Fry.

Duração: 91 min.

Trailer | Cordelia

Comments