Cinema Críticas

Crítica: Jumanji (1995)

Jumanji Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE JUMANJI!

Existem aqueles filmes, que passe o tempo que passar, nunca vão deixar de nos tocar. Nesta fase tão difícil em que temos de estar maioritariamente em casa e o nosso contacto com o exterior é reduzido, nunca é demais recordarmos alguns dos clássicos mais divertidos desta época natalícia tão especial. Jumanji é o entretenimento perfeito! E por inúmeras razões! Todos conhecem provavelmente a versão mais recente e a sua sequela, mas nada mas mesmo nada consegue bater o original onde Robin Williams fica 26 anos aprisionado dentro dum jogo de tabuleiro que parece ganhar vida a cada jogada. É um produto que junta comédia com aventura e com personagens magníficas, para além de ter um espírito muito próprio que o define e o torna apetecível para todas as idades.

Jumanji Critica de Cinema

Jumanji é realizado por Joe Johnston, que é daqueles realizadores guilty pleasure que eu tenho, e no elenco, para além de Williams, temos Bonnie Hunt, Jonathan Hyde, Kirsten Dunst, Bradley Pierce e uns quantos outros nomes conhecidos. Todos eles contribuem para um dos serões mais aventureiros do cinema, que se imortalizou pelos seus efeitos visuais extremamente credíveis para os anos 90, para além de ter nas suas entrelinhas toda uma noção de que crescermos sem um passado não significa que não possamos lutar pelo nosso futuro. A magia de Jumanji rege-se por sequências divertidíssimas de ação, e Robin Williams é mesmo o protagonista certo para liderar esta aventura de proporções épicas.

A história também acaba por ser completa, no sentido em que nada fica por explicar e, por momentos fiquei atento para ter a certeza que não havia deslizes no lançamento dos dados… e o filme, de facto, não tem nenhuma falha significativa nesse aspeto. Adorava apenas que fosse um pouco mais longo e que mostrasse mais um pouquinho daquilo que era possível sair do jogo, mas se calhar o filme assenta bem por ser praticamente completo e não deixar nada ao acaso. Jumanji é uma obra incrível que combina vários géneros e que não tem receio de cometer alguns riscos. É aquela comédia de aventura que tem uma simbiose de todos os elementos que compõem um filme deste tipo: uma banda-sonora incrível, uma fotografia agradável e, acima de tudo, efeitos visuais e práticos que nos trazem toda uma adrenalina que nos conquista do início ao fim.

Jumanji Critica de Cinema

Ah! E não podia deixar de referir o humor, que é tão delicioso! Há um certo momento que, não sei se se recordam, em que o jovem Peter (já meio que transformado em primata) tem obrigatoriamente de ir buscar um machado a uma arrecadação exterior da casa do protagonista, e ele pega no machado quando lá chega, começa a tentar partir a fechadura com o mesmo e depois lança um olhar para a câmara que se traduz como aquele “duh” que já conhecemos. Nessa cena em particular, sem exagero, devo ter ficado uns 15 minutos a rir às gargalhadas, e é a prova de como Jumanji é um filme intemporal. Ri-me como se o estivesse a ver pela primeira vez…

Cinema assim é cinema com qualidade e é a personificação visual do que é saber fazer entretenimento com todos os aspetos mais importantes. Se nunca tiveram curiosidade até então, ficam a saber que Jumanji está disponível na Netflix e não deve, de todo, ser comparado com as obras que se seguiram. Também têm o seu carisma próprio, mas o clássico Jumanji é simplesmente imbatível.

Jumanji Critica de Cinema

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Jumanji

Título Original: Jumanji

Realização: Joe Johnston

Elenco: Robin Williams, Jonathan Hyde, Kirsten Dunst, Bradley Pierce, Bonnie Hunt, Bebe Neuwirth, David Alan Grier, Patricia Clarkson.

Duração: 104 min.

Trailer | Jumanji

Comments