Cinema Críticas

Crítica: Fatman (2020)

Fatman Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE FATMAN!

Sabem aqueles filmes não convencionais que estragam completamente o espírito deste festejo? Sou um fã incondicional de histórias que critiquem o Natal. São diferentes do habitual e normalmente não caem nos típicos clichés. Fatman não é um deles, de facto. Uma criança ricalhaça e aborrecida com o Pai Natal envia um assassino contratado para matar o grande ícone desta época festiva interpretado, nada mais nada menos, que por Mel Gibson.

Fatman Critica de Cinema

Fatman é uma comédia que até tem um twist engraçado, não fosse ela tão absurda nas suas ambições que perde todo o seu efeito. As prestações de Gibson e Walton Goggins são bastante competentes, no seu geral, mas o filme é terrível. E não é propriamente por desrespeitar o espírito que é tão acarinhado pelo mundo inteiro, mas sim por tornar-se corriqueiro e desnecessariamente idiota. Este spoiler resume praticamente tudo aquilo em que Fatman erra. O assassino contratado é também ele uma criança que por não ter os brinquedos que achava que merecia (ou neste caso por o Pai Natal não fazer milagres em ressuscitar os seus falecidos pais) e este é motivo suficiente para uma busca incessante pela morada do maior “entregador de alegria” do Natal.

Por norma, divirto-me imenso com este tipo de comédias, mas o motivo revelador desta comédia é totalmente idiótico e descredibiliza tudo aquilo que era necessário para cativar o público. Isto porque o Pai Natal de Fatman leva facadas e balas e ainda se ergue como um ser imortal… poupem-me ao santo disparate… se a lógica permanecesse direitinha como o seu começo, Fatman podia ser uma comédia genial. Tal não se revela devido à inclusão desta fantasia que não encaixa no conceito geral da sua narrativa. A verdade é que as comédias que se focam nos exageros podem muito bem entreter, mas Fatman não tem conteúdo absolutamente nenhum.

Fatman Critica de Cinema

É um filme que procura, dentro das suas ambições, de se tornar um fenómeno de culto grande e diferente que se espalha redondamente em fazê-lo. Nem mesmo com um elenco aceitável e sequências de ação bem conseguidas o tornam especial seja de que forma for. E, mais uma vez, reforço a ideia que sou o primeiro a adorar sátiras natalícias por toda a adoração geral nauseante desta época festiva. Seja como for, Fatman é um falhanço incrível que procura algo que não consegue alcançar porque os seus realizadores e argumentistas ficaram provavelmente chateados por não receberem o que queriam num natal passado… cinema assim é precário e básico.

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Fatman

Título Original: Fatman

Realização: Eshom Nelms & Ian Nelms

Elenco: Mel Gibson, Walton Goggins, Marianne Jean-Baptiste, Chance Hurstfield.

Duração: 100 min.

Trailer | Fatman

Comments