Cinema Críticas

Crítica: Dreamland (2019)

Dreamland Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE DREAMLAND!

Um dos filmes recentes que mais ansiava por ver chegou e, de certa forma, não consigo esconder um pouco a minha desilusão. Dreamland acompanha a história de Eugene Evans, que descobre uma assaltante de bancos foragida da justiça no seu celeiro e depressa se apaixona por ela. Juntos, pretendem assaltar um banco no México para poderem ser felizes.

Dreamland Critica de Cinema

Dreamland tem algumas referências interessantes e que compõem uma narrativa rica em vibes de Bonnie & Clyde. É também mais uma significativa prestação de Margot Robbie, que continua a provar que é uma das mais versáteis atrizes da sua geração. Temos também um Finn Cole, por quem ganhei um amor especial depois de Peaky Blinders e Animal Kingdom. Apesar de ter aspetos muito engraçados, Dreamland é um filme tão banal e tão desprovido de um propósito credível que se torna pouco cativante. A narrativa gira em torno dos protagonistas e, por muito carismáticos que sejam, não são suficientes para camuflar um cliché desnecessário e óbvio.

Dreamland é pobre em dar camadas às suas personagens e tem uma narrativa que não consegue distanciá-lo de filmes do género que, de alguma forma, conseguem ser bem mais envolventes que este. Utilizar referências a clássicos não deve ser feita sem um propósito claro. Dreamland vagueia por um meio que ele próprio não consegue entender. Há toda uma falta de desenvolvimento e a química entre personagens de nada serve se não houver algo sobre elas que nos faça criar empatia. A verdade é que o próprio final do filme é muito vago e sem força. Como não há tempo suficiente para nós, enquanto espectadores, nos conseguirmos envolver emocionalmente com os intervenientes, Dreamland torna-se um exercício baço e sem grande estímulo.

Dreamland Critica de Cinema

Claro que em termos técnicos até acaba por se revelar uma boa surpresa, mas a carência de ação e um enredo que não tem muito propriamente por onde se lhe pegue, faz com que este seja um filme só por ser. No restante elenco temos também Travis Fimmel, Garrett Hedlund e Kerry Condon que, honestamente, nada trazem para melhorar a situação de Dreamland. E a dupla protagonista não consegue dar a força que o filme necessita porque é explorada de forma muito superficial. Portanto, mesmo que as intenções de Dreamland fossem boas, o filme falha redondamente em tornar-se algo que se distingue dos demais filmes do género, e utiliza a sua dupla protagonista para disfarçar os seus maiores defeitos, ainda que sem sucesso.

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Dreamland

Título Original: Dreamland

Realização: Miles Joris-Peyrafitte

Elenco: Margot Robbie, Travis Fimmel, Garrett Hedlund, Finn Cole, Kerry Condon, Darby Camp, Lola Kirke.

Duração: 101 min.

Trailer | Dreamland

Comments