Cinema Críticas

Crítica: Pinocchio (2019)

Pinocchio Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE PINOCCHIO!

Todos conhecemos a sua história. São inúmeras as adaptações que trazem à vida o rapaz feito de madeira que se quer tornar um menino verdadeiro. Pinocchio ganha agora uma nova adaptação a cargo do realizador Matteo Garrone e é uma experiência bizarra e, ao mesmo tempo, caricata e bastante bem conseguida. Após ser esculpido de um tronco mágico, Pinocchio é sequestrado por um circo de marionetas ambulante, deixando o seu pobre pai Geppetto sozinho e desnorteado. Ao embarcar numa aventura à procura do seu pai, Pinocchio vai encontrando diversas figuras, que ora o ajudam, ora o desviam do seu objetivo.

Pinocchio Critica de Cinema

Pinocchio de Garrone é uma obra que perde alguma da sua pujança por incluir demasiadas personagens secundárias no seu encalço. A narrativa vai perdendo força à medida que avança, ainda que seja uma adaptação extremamente fiel à obra literária que lhe deu origem. A realização de Garrone é extraordinária e o trabalho de maquilhagem faz com que esta versão de Pinocchio seja uma experiência bastante visual. Obviamente que, no início, se estranha mas depois entranha-se esta junção de elementos prostéticos que trazem à vida esta icónicas personagens.

Em termos técnicos, Pinocchio é absolutamente vertiginoso e tem uma banda-sonora maravilhosa a cargo de Dario Marianelli; ao passo que a prestação de Roberto Benigni dá um toque mágico e nostálgico ao filme. Todo o aspeto bizarro de maquilhagem garante que este Pinocchio irá ficar para sempre nas nossas memórias, ainda que a sua história acabe por sucumbir às suas próprias ambições. Há uma falha tremenda em não dar tempo de antena suficiente ao Grilo Falante que age como consciência do jovem; para além de que há um humor que nem sempre funciona nalguns momentos. Mesmo que o visual atípico (que é da autoria do artista britânico Mark Coulier) assente que nem uma luva na película, já a densa quantidade de personagens faz com que Pinocchio fique algo confuso e perca o seu rumo.

Pinocchio Critica de Cinema

Há também uma falta de sensibilidade tremenda que é tão característica das obras anteriores desta fábula. Garrone esquece-se por vezes de criar uma empatia com as personagens e, tirando Geppetto, não temos propriamente nada mais a que nos agarrar em termos emocionais. Mesmo que seja uma experiência altamente recomendável para vermos um génio criativo a trabalhar a nível técnico, Pinnochio é uma aventura que é desprovida de sentimento e acaba por falhar em trazer algo de novo e forte para a já saturada quantidade de adaptações.

Portanto, em tom ambíguo, fica ao vosso critério a sua visualização. Há aspetos muito bons, de facto, mas todos eles compõem apenas uma das partes do filme: a componente técnica; todo o resto acaba por desiludir. No entanto, não deixa de ser algo de diferente que não vemos todos os dias.

Pinocchio Critica de Cinema

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Pinóquio

Título Original: Pinocchio

Realização: Matteo Garrone

Elenco: Federico Ielapi, Roberto Benigni, Rocco Papaleo, Massimo Ceccherini, Marine Vacth, Gigi Proietti.

Duração: 124 min.

Trailer | Pinocchio

Comments