Cinema Críticas

Crítica: Echo Boomers (2020)

Echo Boomers Crítica de Cinema

PODE CONTER SPOILERS DE ECHO BOOMERS!!!

Não se pode negar que a nova geração de jovens adultos enfrentam um duro desafio, especialmente no que refere aos recém-formados que mal conseguem encontrar um trabalho que se possa dizer “bom”. É uma questão social ainda cheia de polémica, ainda nos dias correntes. Infelizmente, estes problemas são difíceis de transpor no ecrã, e Echo Boomers continua essa tendência, para o pior.

Baseado em “factos verídicos”, Echo Boomers centra-se em Lance, um recém-chegado a Chicago que, no meio do insucesso de encontrar um trabalho decente, vê-se envolvido com um gangue de ladrões que atacam as casas dos mais ricos.

Echo Boomers é, para todos os efeitos e circunstâncias, um tremendo fracasso, em todos os níveis imagináveis.

Não se pode negar que a atual geração de jovens e adultos encontra-se numa situação bastante complicada. Não, não é por causa da atual pandemia, mas sim pelo facto de haver recém-formados que encontram sérias dificuldades em encontrar um trabalho decente e com um salário que lhes permita viver de forma digna. E os que não conseguem, vêem-se “obrigados” a encontrar outras maneiras para sobreviver, inclusive trabalhar em áreas e funções que jamais imaginariam executar.

Se fosse bem executado, Echo Boomers poderia ser uma curiosa exploração desta situação social e económica, de forma que consiga elucidar as complexidades inerentes e sem glorificar ou denegrir os membros desta faixa etária. Em vez disso, parece que o realizador Seth Savoy não partilha da mesma opinião – juntamente com a sua equipa de guionistas – demonstrando estes jovens como uma espécie de revolucionários sem causa, que passam mais tempo a tentar encontrar dinheiro fácil e “curtir à grande” do que demonstrar realmente o que eles enfrentam no dia-a-dia.

Como se isso não bastasse, esta “mensagem” é desperdiçada num heist movie que, na falta de melhor palavra, é completamente banal e sem pingo de originalidade. Todas as interações que vemos desenrolar, os conflitos, e mesmo as reviravoltas, parecem saídas de um filme que já tenhamos visto anteriormente. O que muda é que este gangue, em particular, é composto por caras bonitas (na sua maioria) e que não possuem um pingo de desenvolvimento ou razões credíveis para eles tomarem as decisões que tomam.

Este problema poderia ter sido direcionado inteiramente no guião, mas o elenco também deixa bastante a desejar. Tirando Michael Shannon, que consegue arrancar uma performance satisfatória nas suas curtas aparições, o resto dos atores não possuem presença suficiente para carregarem o filme do início ao fim.

Isto tudo para dizer o quê? No fim e ao cabo, Echo Boomers é um verdadeiro desperdício do nosso tempo. Não só transmite a mensagem de forma completamente errada, mas a mesma é aplicada num filme que, honestamente, não possui nada de novo para nos contar.

Podem ler outras Críticas aqui.

Título: Echo Boomers

Realizador: Seth Savoy

Elenco: Patrick Schwarzenegger, Alex Pettyfer, Michael Shannon, Hayley Law, Gilles Geary

Duração: 94 minutos

Trailer | Echo Boomers

Comments