Cinema Críticas

Crítica: Harry Potter and the Philosopher’s Stone (2001)

Harry Potter and the Philiposopher's Stone Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE HARRY POTTER AND THE PHILOSOPHER’S STONE!

Está a chegar a época natalícia e, como não podia deixar de ser, tenho obrigatoriamente que revisitar algumas das mais icónicas sagas do cinema. É escusado praticamente mencionar a narrativa que se centra no jovem feiticeiro que, no seu 11º aniversário, ingressa na Escola de Magia e Feitiçaria de Hogwarts e, juntamente com os seus amigos Ron Weasley e Hermione Granger, embarca no começo de uma série de aventuras que, ao longo do tempo, vão ficando cada vez mais perigosas… não é? Não há nada que aqui vá ser dito que já não conheçam de trás para a frente e de frente para trás… mas há, de facto, muita magia em o rever.

Harry Potter and the Philiposopher's Stone Critica de Cinema

Harry Potter and the Philosopher’s Stone é o capítulo mais delicado de toda a saga. E porquê? Precisamente por ser o primeiro. Uma introdução que obrigatoriamente não podia falhar em trazer aquela que é uma das mais respeitáveis sagas cinematográficas do cinema. Sob o olhar de Chris Columbus, conhecido por trazer aventuras familiares e narrativas com foco em crianças como Home Alone, The Goonies, e por aí fora, Harry Potter and the Philosopher’s Stone é um triunfo. Não só traz à vida todas as personagens magníficas das páginas de J.K. Rowling, como inicia um ciclo novo para o cinema britânico. Com uma produção extraordinária, este primeiro capítulo da saga recupera toda uma nostalgia que a minha geração de 90 sente em relembrar as imagens que o livro trouxe à memória.

Claro que, para um começo, nem tudo é perfeito e inicialmente tanto Daniel Radcliffe como Emma Watson e Rupert Grint são ainda muito inocentes no que toca à performance, mas não deixam de criar fortes raízes naqueles que serão os papéis mais especiais das suas carreiras. Para além disso, todo o look dos efeitos visuais está também numa fase extremamente embrionária e temos plena consciência que estamos perante algo que ainda carece de alguma qualidade nesses termos. No entanto, todo o resto é um acontecimento único em cinema: desde a infalível banda-sonora de John Williams, passando pela fotografia extraordinária, para além de todo um guarda-roupa e design de produção que, de facto, trazem toda a magia de Harry Potter dos livros para o ecrã.

Harry Potter and the Philiposopher's Stone Critica de Cinema

É também de salientar o elenco estrondoso que ficou marcado na História (e todo ele britânico) como Maggie Smith, o falecido Richard Harris, Robbie Coltrane, o também falecido Alan Rickman, Ian Hart, John Hurt (que infelizmente também não está no nosso meio) e por aí fora. A magia do cinema passa precisamente por imortalizar rostos nas nossas memórias e é este elenco que nos recordaremos sempre que nos lembrarmos da Professora McGonagall, Albus Dumbledore, Professor Snape, Rubeus Hagrid and so on… Harry Potter and the Philosopher’s Stone marca o começo daquela que é um Hogwarts Express de nostalgia e uma que iremos continuar a acompanhar durante estes dias até ao Natal.

Se estavam já à espera que chegasse esta altura e se sentem alguma carência de magia nas vossas vidas (especialmente agora que, em Portugal, temos de abdicar da vida lá fora), então sentem-se, comando na mão e basta clicar na Netflix que todo o deslumbre de Harry Potter está lá no seu catálogo. Até já, Gryffindors, Ravenclaws, Hufflepuffs e Slytherins!

Harry Potter and the Philiposopher's Stone Critica de Cinema

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Harry Potter e a Pedra Filosofal

Título Original: Harry Potter and the Philosopher’s Stone

Realização: Chris Columbus

Elenco: Daniel Radcliffe, Richard Harris, Maggie Smith, Robbie Coltrane, Fiona Shaw, Harry Melling, Richard Griffiths, Ian Hart, Warwick Davis, Verne Troyer, John Hurt, Richard Bremmer, Julie Walters, Bonnie Wright, Chris Rankin, James Phelps, Oliver Phelps, Rupert Grint, Emma Watson, Matthew Lewis, Tom Felton, John Cleese, David Bradley, Alan Rickman.

Duração: 152 min.

Trailer | Harry Potter and the Philosopher’s Stone

Comments