Cinema Críticas

Crítica: Pumpkinhead (1988)

Pumpkinhead Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE PUMPKINHEAD!

Regressar aos clássicos por vezes ajuda a limpar a mente depois de tanto filme recente e, diga-se, já comum. Em noite de Halloween, nada melhor do que um filme de terror com a vibe icónica dos anos 80: Pumpkinhead. Realizado pelo já falecido Stan Winston, Pumpkinhead acompanha a história de um homem, cujo filho pequeno foi acidentalmente morto por um grupo de jovens e, num ato de vingança, o pai decide pedir auxílio a uma bruxa que o une com o amor que nutre pelo filho a uma criatura maquiavélica (que dá título ao filme) que vai perseguindo e tirando a vida aos jovens responsáveis pela morte.

Pumpkinhead Critica de Cinema

Pumpkinhead não é propriamente aquele clássico maravilhoso nem perto disso. Inclusive, é pobre em criar uma mitologia cativante para nos manter investidos por muito tempo. Obviamente que a mão de Winston ajuda a que este clássico se torne algo memorável, não só pela vibe sinistra caracterizada pelos cenários lúgubres e uma maquilhagem fabulosa, mas também pela junção da robótica com o efeito visual para criar a aterradora criatura. Há também uma mensagem de redenção bonita nas entrelinhas, mas Pumpkinhead não consegue conquistar-nos verdadeiramente, primeiro por ser muito curto, por outro porque o talento performativo dos atores é precário.

O envolvimento que temos com o filme é gradualmente quebrado quando percebemos que os atores em questão não são credíveis. Há todo um melodrama forçado que vemos nas atitudes e expressões das personagens, para além de que todas elas são deixadas um pouco ao acaso e sem grande desenvolvimento. Apesar de ser característico por si só dos filmes de terror dos anos 80, Pumpkinhead tem obrigatoriamente uma mitologia que precisa de explorar para que o espectador perceba o que está a visualizar. Se não forem claras as origens desta criatura mitológica, então torna-se impossível para o espectador envolver-se empaticamente com a narrativa.

Pumpkinhead Critica de Cinema

Mesmo com estes defeitos que comprometem o filme no seu geral, Pumpkinhead não deixa de conquistar pelos seus visuais e por respeitar uma atmosfera que nos deixa desconfortáveis a quase todo o momento; para além de apostar no tradicionalismo da robótica e da mecânica para trazer um monstro icónico e com potencial para um franchise. Mesmo não sendo um filme memorável, Pumpkinhead é definitivamente um serão melhor de Halloween do que um filme recente, pois recupera uma nostalgia e uma ambience que marcou uma geração.

Leiam outras Críticas aqui.

Título: A Vingança do Diabo

Título Original: Pumpkinhead

Realização: Stan Winston

Elenco: Lance Henriksen, Jeff East, John D’Aquino, Kimberly Ross, Joel Hoffman, Cynthia Bain.

Duração: 86 min.

Trailer | Pumpkinhead

Comments