Cinema Críticas

Crítica: The Craft: Legacy (2020)

The Craft Legacy Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE THE CRAFT: LEGACY!

Lembram-se do clássico de 1996 The Craft? Onde um grupo de bruxas se une para lançar o caos numa escola secundária católica? Pois bem, 24 anos mais tarde surge a sua sequela, denominada vulgarmente por Legacy. The Craft: Legacy acompanha a jovem Lily que acaba de se mudar com a sua mãe para casa do novo companheiro e está a ter dificuldades a integrar-se na sua nova escola. Mas assim que um grupo de miúdas endiabradas reconhece o seu potencial, Lily junta-se a estas e formam um culto de bruxas.

The Craft Legacy Critica de Cinema

The Craft: Legacy é daqueles filmes tão desnecessários que, de alguma forma, plagia o próprio conceito do original que lhe deu origem. Mesmo o primeiro filme, ainda que com visuais interessantes e personagens porreiras, já não preenchia as medidas do que é a definição de um clássico de terror; mas Legacy é exatamente aquele prolongar de algo que, por si só, não deixou assim uma marca tão inconfundível no cinema. Há toda uma tentativa de incorporar a “coming of age story” em 90% da película e o terror, por assim dizer, fica reduzido a breves momentos. Histórias destas já temos aos potes e não são necessárias mais para percebemos que a vida dos adolescentes passa por mudanças físicas e psicológicas.

De facto, se não fosse a protagonista Cailee Spaeny a ter o seu carisma enquanto protagonista, The Craft: Legacy tornava-se ainda mais insuportável. No elenco secundário encontramos David Duchovny e Michelle Monaghan em papéis já comuns e sem grande vida ou expressividade, para além de que as colegas bruxinhas também precisam de amadurecer os seus dotes performativos. Há algo de interessante, apesar de tudo em The Craft: Legacy, que é a maneira como Zoe Lister-Jones trabalha os elementos da bruxaria que, embora muito suavizados para atingir a camada adolescente, revelam algum trabalho criativo. Mas enquanto o clássico era irreverente e descontrolado, The Craft: Legacy é tudo menos isso, com violência reduzida e a temática de horror ser explicitamente o amadurecer das personagens mais jovens.

The Craft Legacy Critica de Cinema

A verdade é que The Craft: Legacy torna-se um produto medíocre e a ligação final que fazem ao filme de 1996 é, por demais, previsível e descabida. Tornar algo enraizado na cultura num franchise para apelar às gerações mais modernas não é, de todo, o melhor passo a dar. Isto porque estas gerações já têm tantas obras para consultar sobre isto que não faz sentido tornar The Craft em algo do género.

Leiam outras Críticas aqui.

Título: O Feitiço: Legado

Título Original: The Craft: Legacy

Realização: Zoe Lister-Jones

Elenco: Cailee Spaeny, Michelle Monaghan, David Duchovny, Gideon Adlon, Lovie Simone, Hannah Gordon.

Duração: 97 min.

Trailer | The Craft: Legacy

Comments