Cinema Críticas

Crítica: No Escape (2020)

No Escape Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE NO ESCAPE!

Agora que muito do cinema está a chegar à Internet ou serviços de streaming, produções independentes destinadas ao esquecimento têm agora uma oportunidade de alcançarem um público mais vasto. É o caso deste thriller de nome No Escape. A história acompanha uma celebridade de redes sociais (um vlogger mais propriamente e utilizando a terminologia adequada) que viaja com os amigos para Moscovo para ter uma experiência como nunca antes: sobreviver a um violento desafio de escape room. Claro que nem tudo é o que parece e Cole precisa de salvar os seus amigos daquilo que é um jogo demasiado real para ser mentira.

No Escape Critica de Cinema

No Escape segue muito a linha de Escape Room, daí que a sua originalidade seja comprometida sistematicamente ao chegar ao seu ponto em concreto. No entanto, não é, de todo, um thriller mau, já que a atmosfera criada ajuda o espectador a sentir-se entusiasmado com o que vai vendo, mesmo não sendo uma preciosidade. As prestações são também competentes, com Keegan Allen e Holland Roden nos principais papéis. Enquanto uns têm mais tempo de antena e contexto, outros são deixados ao acaso; uma característica chata e já repetitiva dos filmes de terror/thriller focados em adolescentes mimados.

Outro aspeto interessante de No Escape é o twist final que, embora não sendo propriamente muito imprevisível, colmata o filme com uma moral interessante e de que a exposição nas redes sociais torna as pessoas extremamente desconfiadas do meio que as rodeia e, pior do que isso, forjam identidades e personalidades que são desonestas. Esta pequena aresta narrativa que está escondida nas entrelinhas do filme, ajuda No Escape a ser um produto um pouco acima da média da mediocridade. A verdade é que No Escape peca por ser extremamente comum e vulgar, com desafios pouco credíveis e pouco entusiasmantes; mas não perde a essência do thriller e o realizador e argumentista Will Wernick consegue criar alguns momentos que nos deixam algo perplexos.

No Escape Critica de Cinema

Mas não esperem por muito de No Escape no seu geral. Tem algumas componentes boas, mas falha redondamente em todo resto. É previsível, ordinário, pouco original; nem mesmo as performances aceitáveis do seu elenco conseguem torná-lo apetecível e surpreendente. É um filme que carece de uma mensagem mais forte e um que poderia ter bebido de momentos gore bem mais violentos como Saw. A falta de inspiração e a temática já saturada não permitem que No Escape fuja da sua zona de conforto, mesmo que tenha alguns momentos e situações interessantes.

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Sem Saída

Título Original: No Escape

Realização: Will Wernick

Elenco: Keegan Allen, Holland Roden, Ronen Rubinstein, George Janko, Denzel Whitaker, Emilia Ares.

Duração: 88 min.

Trailer | No Escape

Comments