Mini-Reviews TV TV

Yellowstone – Season Finale – 3ª Temporada

Yellowstone Season Finale

CONTÉM SPOILERS DE YELLOWSTONE!

Estamos de volta ao rancho mais famoso da televisão e os Duttons, de facto, parecem não ter descanso. Novas ameaças assolam a família mais problemática do estado do Montana e, como já sabemos, ela reage da forma mais abrupta que podem imaginar. Algumas personagens continuam a descobrir aspetos sombrios entre si, enquanto outras florescem e procuram um futuro melhor para as suas vidas. Yellowstone é uma série acarinhada por muitos, mas é, de facto, uma novela que já viu melhores dias.

Yellowstone Season Finale
Yellowstone
Season 3, Episode 10
Kevin Costner
CR: Danno Nell/Paramount Network

O MELHOR:

Yellowstone é prodigiosa em termos técnicos e é, igualmente, um trabalho de atores (em geral) bastante interessante.

Apesar desta temporada ter tido um decréscimo em qualidade, a verdade é que a novela de crime organizado que a adorna, torna-a apetecível às massas. O foco num faroeste contemporâneo e os dilemas meticulosos que acompanham as personagens continuam a elevar a série a um estatuto de entretenimento fácil que, de malicioso, nada tem.

É também na banda-sonora e na direção de fotografia em particular que Yellowstone brilha, porque, de resto, a série não consegue sustentar a quantidade de personagens que tem, nem se mantém regular na sua narrativa.

Yellowstone Season Finale

O PIOR:

O mau aproveitamento das personagens e o romancismo constante das mesmas tornam Yellowstone numa miscelânea repetitiva de vários aspetos melodramáticos cansativos.

Mesmo que a personagem de Kelly Reilly tenha salvo grande parte das suas cenas esta temporada, o argumento de Yellowstone parece dar um passo em frente e outros dois para trás, tornando as personagens confusas nas suas motivações e objetivos. Para além disso, sente-se que as rédeas, outrora seguras por Kevin Costner, estão agora a passar de mão em mão nas restantes personagens que, infelizmente, estão ainda muito verdes para conseguirem fazê-lo com perícia. E a verdade é que o mau aproveitamento das personagens e das constantes reviravoltas (mesmo à lá novela mexicana) fazem com que o espectador nunca se sinta propriamente seguro no que deve pensar delas, nem consegue estipular um comportamento característico da personagem. Isto significa que os argumentistas de Yellowstone não definiram com certezas os traços de personalidade do vasto leque de personagens da série.

Enquanto umas parecem ganhar algum destaque, outras decaem durante os episódios, sem que o seu rumo seja definido. Para além disso, Yellowstone tem uma grave e delicada lacuna em definir o vilão que ameaça os Duttons; e, pior do que isso, nunca lhes atribui camadas ao ponto de ficarmos mesmo a temer por eles. A narrativa está constantemente a saltitar desmesuradamente entre objetivos, traições e/ou enredos românticos desnecessários. Isto faz com que Yellowstone não consiga definir-se a si mesma e tem tantas linhas de história em tão pouco tempo, que se torna cansativa de ver.

Yellowstone Season Finale

Há também uma questão que me incomoda particularmente que é a utilização de personagens secundárias para incutir diferentes géneros e apelar a algum sentido de humor, ou de ação, ou de malícia (no caso dos vilões de serviço) que são mecanismos rascos de conseguir uma empatia do espectador com as mesmas, sem as desenvolver convenientemente. Estão lá apenas para o propósito de alimentar o ego dos Duttons e nada mais do que isso. Mas, se nem com as personagens principais a série consegue estabilizar, o que esperar das secundárias?

Nem mesmo a presença de Josh Holloway, que interpreta Roarke, um estranho que tem interesse nas terras circundantes aos terrenos pertencentes aos Duttons, consegue trazer uma brisa fresca a uma série condenada pelas suas próprias ambições. O fator novela não ajuda Yellowstone, muito pelo contrário… remove-lhe o sentido de western e de foco no crime organizado dentro dos ranchos milionários dos EUA. Ao caricaturar-se a si mesma, Yellowstone perde credibilidade e força para continuar a conquistar os fãs.

Aguarda-se que, na próxima temporada, a série finalmente encontre o rumo que pretende seguir e que não se prolongue demasiado para não se continuar a prejudicar.

Estado da Série: RENOVADA

Leiam a nossa Mini-Review anterior de Yellowstone aqui.

0 50 100 1

50%
Average Rating

Yellowstone está numa zona perigosa, porque está a aproveitar mal as suas personagens e está a querer assumir-se como uma novela romântica e melodramática, em vez de seguir o seu rumo mais frio e mais inteligente.

  • 50%

Comments