Cinema Críticas

Crítica: I’m Thinking of Ending Things (2020)

I'm Thinking of Ending Things Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE I’M THINKING OF ENDING THINGS!

O novo filme de Charlie Kaufman é uma autêntica barafunda de cinema surrealista e o resultado é um mixed bag de mixed feelings. Adaptado da obra de Iain Reid, I’m Thinking of Ending Things é uma viagem perturbadora, insana e extremamente fatídica pela condição humana, pela memória, pelos diálogos de uma vida passada, e pelos traumas de uma vida presente. É um registo singular e uma peça em movimento de fragmentos de uma vida que, de linear, nada tem. Lucy é uma jovem que acompanha o seu namorado Jake numa longa e cansativa viagem até à quinta dos seus pais para um bizarro jantar de família. E, assumir esta como a sinopse do filme, é apenas roçar uma pequena superfície.

I'm Thinking of Ending Things Critica de Cinema

I’m Thinking of Ending Things é também um exemplo de como o cinema de Kaufman se rege pela questão metafísica que é vista de cima (como se se tratasse de uma figura divina a olhar para nós) e nos faz refletir sobre a sequência de imagens que vamos vendo, para além dos diálogos que vão sendo mencionados ao longo das duas horas e tal de filme. Depois do brilhante Eternal Sunshine of the Spotless Mind, Kaufman tem apostado de forma rotineira na condição do ser humano através dos olhos de um homem que está sempre em constante conflito emocional e psicológico. É difícil não se reter nada dos seus filmes, já que os ensinamentos que nos vai agraciando no enredo, atingem-nos como uma bala.

Este é provavelmente o seu mais difícil filme até hoje. É uma junção aparentemente aleatória de pensamentos, imagens, linhas temporais e muitos outros elementos; mas tudo tem um propósito e a forma como Kaufman interliga estes elementos tornam o filme numa preciosidade cinematográfica. No entanto, há todo um conjunto de elementos que fracassa, especialmente a sua duração, tornando-se monótono, para além de um ritmo muito acelerado inicial que enfraquece a sua intenção. Mas, espremido, I’m Thinking of Ending Things é um filme com muito para oferecer.

I'm Thinking of Ending Things Critica de Cinema

O facto de não se reger pela linearidade, faz com que I’m Thinking of Ending Things inverta a condição de protagonista – vamos acompanhando Lucy – quando o verdadeiro protagonista é Jake, e torne o puzzle mental bem mais cativante para o espectador (pena mesmo é demorar imenso a lá chegar). Jessie Buckley é absolutamente maravilhosa e os seus pensamentos e reflexões são deliciosos e, mais tarde, ficamos a saber que a sua personagem é meramente deambulatória na mente de Jake. E porquê? Porque Jake é toda a figura central e o que vemos é provavelmente fragmentos de uma mente já enfraquecida pelo tempo e, muito provavelmente, por uma doença neurodegenerativa. E, quando nos apercebemos que todas as horas passadas a tentar compreender o que era aparentemente uma salgalhada de imagens, começa subitamente a fazer-nos sentido, e não podemos deixar de dar mérito pela genialidade de Kaufman em conseguir semelhante proeza.

Mesmo que seja cansativo e fatigante, I’m Thinking of Ending Things tem algumas particularidades maravilhosas e extremamente interessantes em termos de filmagem (a sequência do ballet final é absolutamente fantástica) e a argumentação é, por demais, extraordinária. Claro que nem tudo irá fazer sentido para o público, mas o bom deste tipo de cinema surrealista é que todos podem tirar as suas próprias conclusões e as suas próprias teorias. Mesmo que o filme perca com uma duração tão extensa e por um ritmo muito estranho inicialmente, não deixa de ser um objeto a ser contemplado e que obriga o cérebro do dito cinéfilo a trabalhar como nunca antes.

I'm Thinking of Ending Things Critica de Cinema

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Tudo Acaba Agora

Título Original: I’m Thinking of Ending Things

Realização: Charlie Kaufman

Elenco: Jesse Plemons, Jessie Buckley, Toni Collette, David Thewlis, Guy Boyd.

Duração: 134 min.

Trailer | I’m Thinking of Ending Things

Comments