Cinema Críticas

Crítica: Emperor (2020)

Emperor Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE EMPEROR!

Não foi há muito tempo que vimos 12 Anos Escravo a ganhar os Óscares da Academia. Também não foi – infelizmente – assim há tanto tempo que descobrimos que ainda há racismo no mundo. Talvez Emperor possa ter saído na melhor altura; um conto que se centra em Shields Green (apelidado com o título do filme) que é um escravo em fuga, após ter morto alguns dos enteados do seu senhorio. Shields une-se à revolta de John Brown, um homem que procura abolir a escravatura e trazer a América a um novo patamar.

Emperor Critica de Cinema

Emperor é um filme que, embora se centre numa temática já saturada, não deixa de entreter a certa altura. O grave problema é que é demasiado banal e cliché e não consegue superar nada do que foi feito até hoje dentro dessa mesma temática. É um filme pobre em nova informação e as prestações são demasiado simplistas para nos fazer nutrir empatia com as personagens. Há também um foco muito teatral que remove alguma da introspetiva e intensidade dramática. O protagonista, Dayo Okeniyi não é aproveitado da melhor forma, servindo apenas como mote para inserir o espectador dentro de um cenário com que este já está familiarizado.

Na verdade, o grande problema de filmes acerca da escravatura, é que eles nunca conseguem fugir muito àquilo que definiu a sua época. Claro que, nas mãos de um mestre, até a temática mais cliché consegue ter outro brilho, não fosse Django Unchained um desses casos. Mas Emperor não consegue mesmo ser mais do que uma página dentro de um livro gigantesco. A narrativa é tão fácil de entendimento e o realismo de violência é tão fraco que não provoca qualquer estímulo ao espectador.

Para além disso, as personagens são pouco desenvolvidas servindo meramente o propósito de contar um pequeno ato heróico sem grandes feitos. Mesmo que a componente técnica seja competente, não é mais do que já estamos acostumados a ver em filmes do género. Portanto, Emperor não é propriamente um filme que encante pelos melhores motivos, nem tem força para mostrar na sua plenitude o feito que pretende retratar. É banal, pouco motivador e sem grandes novidades para contar.

Emperor Critica de Cinema

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Imperador

Título Original: Emperor

Realização: Mark Amin

Elenco: Dayo Okeniyi, Kat Graham, James Cromwell, Bruce Dern, Naturi Naughton, Ben Robson, Keean Johnson, Mykelti Williamson, M.C. Gainey.

Duração: 99 min.

Trailer | Emperor

Comments