Cinema Críticas

Crítica: Project Power (2020)

Project Power Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE PROJECT POWER!

A Netflix tem apostado em cinema de ação muito semelhante ao sucesso de Bright. Apesar de não ter ficado fã desse em particular, Project Power acabou por me conquistar de alguma forma. O filme foca-se numa nova droga que permite ao ser humano ganhar super-poderes durante 5 minutos e que está a espalhar o caos pelas ruas de Nova Orleães. Nisto, um ex-soldado precisa de encontrar a sua filha que fora raptada pelos criadores desta misteriosa droga, e alia-se um polícia e a uma dealer adolescente para a encontrar.

Project Power Critica de Cinema
PROJECT POWER (L to R) JAMIE FOXX as ART in PROJECT POWER Cr. SKIP BOLEN/NETFLIX © 2020

Como podem ver, não há muito de original em Project Power, tanto que o filme está repleto de clichés e não tem propriamente uma história refrescante ou sequências de ação que nos deixem maravilhados. No entanto, há algo aqui que se torna demasiado viciante… e acho mesmo que tem a ver com o facto do argumento trabalhar minimamente bem as personagens e de expor a solução do seu problema de forma clara e com um fundamento que para nós faz bastante sentido. Pode até parecer um argumento preguiçoso, e se calhar até é, mas a meu ver acho que neste género de cinema que já é feito de exageros, manter-se simples na ideia é o melhor caminho a tomar.

Project Power conta com Jamie Foxx e Joseph Gordon-Levitt nos principais papéis e ainda apresenta a jovem Dominique Fishback que se revela uma protagonista extremamente carismática e invulgar, com um talento maravilhoso para fazer umas rimas em rap, e nos conquistar com o seu ar doce e desajeitado. É também bom ver Jamie Foxx a voltar a um papel que lhe dá algum carisma, mesmo que não seja propriamente original. Project Power não é, de todo, uma obra completa, mas tem uma narrativa simples e cativante, mesmo que possa parecer “taralhoco” na sua execução.

Project Power Critica de Cinema

Os efeitos visuais por vezes atrapalham o seguimento, mas o filme tem uma realização engraçada nalguns momentos e, na minha singela opinião, todos eles estão ali para nos proporcionar o melhor dos entretenimentos. Enquanto que alguns preferem desligar o cérebro e ver Vin Diesel a andar em carros xpto e a fazer acrobacias aéreas impossíveis com os mesmos, eu já preferia bem mais ver Jamie Foxx a caçar drogados com super-poderes. Espero que a analogia seja clara… mas algo como Project Power vai sempre mais ao encontro de um entretenimento com que me identifico mais do que qualquer Fast and Furious.

Cada um com os seus guilty pleasures, mas dentro dos seus exageros visuais e história cliché, Project Power entretém do início ao fim, com personagens interessantes e carismáticas e uma realização que ainda consegue ter alguns truques na manga para nos deixar investidos durante toda a sua duração.

Project Power Critica de Cinema

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Project Power

Título Original: Project Power

Realização: Henry Joost & Ariel Schulman

Elenco: Jamie Foxx, Joseph Gordon-Levitt, Dominique Fishback, Rodrigo Santoro, Courtney B. Vance, Amy Landecker, Machine Gun Kelly.

Duração: 113 min.

Trailer | Project Power

Comments