Cinema Críticas

Crítica: La Llorona (2019)

La Llorona Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE LA LLORONA!

Não confundir com The Curse of the La Llorona, do franchise de The Conjuring. Este La Llorona é uma surpresa quase inacreditável. Um filme dramático com toques de terror suaves, com uma história desprovida de clichés e que consegue tocar mais do que era esperado. Guatemala: um genocida paranóico atravessa tempos conturbados, já que está a ser julgado pela morte de milhares de descendentes da comunidade maya, e começa a ser atormentado por uma estanha presença sobrenatural sob a forma de uma mulher que chora.

La Llorona Critica de Cinema

 

Realizado por Jayro Bustamante, La Llorona é um filme imperdível e que se revela uma obra extremamente singular e de génese artística bela. Não é o típico filme de terror feito para assustar com jump scares constantes ou momentos previsíveis de mortes. Pelo contrário, o terror de La Llorona centra-se no trauma e na dor emocional. A fisicalidade não atinge os níveis do terror psicológico e a verdade é que o filme trabalha a sua componente dramática até ao limite, explorando gradualmente de que forma as personagens são afetadas pelas consequências de uma só. O foro dramático sobrepõem-se a qualquer outra característica que La Llorona possa incluir nas suas entrelinhas.

Ou seja, estamos perante um exercício dramático que extrapola o seu drama como sendo o seu próprio horror. Com um trabalho de câmara intenso, vibrante e diversificado, Jayro Bustamante vai construindo o seu mote com base na paranóia e na cultura do povo guatemalense e fá-lo sem criar momentos onde o espectador diz: “já estava a ver isto à distância”. A verdade é que este realizador e argumentista é tão hábil que, se tivermos em conta a ausência de uma história cliché para um género extremamente saturado, La Llorona acaba por imortalizar-se como sendo uma ode e uma elevação das vítimas de genocídio.

La Llorona Critica de Cinema

Um filme que consegue aliar uma mensagem poderosa com uma atmosfera sombria, enigmática e desconfortável, é inquestionavelmente um filme a ter em conta. La Llorona pode não prolongar-se muito, e até era possível o filme dar um pouco mais de credibilidade às suas personagens e, inclusive, expandir o seu leque delas, mas Bustamante é cauteloso e sabe que, ao prolongar-se demais, o resultado poderia ser catastrófico. Portanto, La Llorona é já um filme a não perder de vista e um que recomendo vivamente, não só para fãs de terror, como para fãs do cinema dramático e da manifestação da dor e do trauma como arte.

Leiam outras Críticas aqui.

Título: A Chorona

Título Original: La Llorona

Realização: Jayro Bustamante

Elenco: María Mercedes Coroy, Sabrina De La Hoz, Margarita Kenéfic, Julio Diaz, María Telón, Juan Pablo Olyslager, Ayla-Elea Hurtado.

Duração: 97 min.

Trailer | La Llorona

Comments