Cinema Críticas

Crítica: Amulet (2020)

Amulet Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE AMULET!

Romola Garai estreia-se na realização com um filme de terror muito especial. Amulet é um filme difícil de analisar. Tem tanto de bom como de mau e não é linear na sua mensagem, mas não deixa de ser extremamente violento, bizarro e incomodativo. A história centra-se em Tomaz, um ex-soldado e sem abrigo, que é colocado numa casa (de forma a sair da rua) com uma jovem e a sua mãe moribunda. A casa, tal como a vida do protagonista, é decadente e putrefacta e, assim que começa a apaixonar-se pela sua companheira de casa, descobre que há algo de muito sinistro a acontecer.

Amulet Critica de Cinema

Amulet é uma estreia interessante para Garai. A atriz agora realizadora consegue manobrar extremamente bem os simbolismos que envolvem o filme e as personagens, estando constantemente a saltitar de metáfora para metáfora sem cair em monotonia. No entanto, há várias arestas que Amulet perde porque tenta ser demasiado artístico e esquece-se, por vezes, de coerência. Não é um filme fácil de digerir e o pouco horror que há é bastante versátil e impressionante. Mas o seu começo demasiado lento poderá afastar os espectadores.

Há também uma questão que não “ajuda à festa” que é o protagonista Alec Secareanu que não consegue liderar o filme com garra, fazendo com que o nosso envolvimento se perca a certo momento. Mas, mesmo com esta lacuna bastante grave, Amulet consegue trabalhar as restantes atrizes de forma surpreendente, sendo Imelda Staunton e Carla Juri, as verdadeiras rainhas do filme. Em termos argumentativos, Amulet é algo confuso e demora imenso tempo a tentar explicar o seu mote. Se fosse mais simples de compreensão talvez os simbolismos e a sua componente artística sobressaíssem mais do que, de facto, sobressaem.

Amulet Critica de Cinema

Mas quando Amulet começa a entrar no seu segundo ato, a sinistralidade do seu tipo de terror acaba por surtir efeito, quebrando o seu tom calmo e sereno e revelando um artifício inesperado. E, acreditem, o horror de Amulet é bastante forte ainda que escasso. Com uma fotografia competente e uma banda-sonora arrepiante, Amulet é uma caixinha de surpresas que, ou se vai amar, ou se vai odiar. Mas, para mim, é um filme que se esforça para marcar pela diferença e que, ainda com falhas, não deixa de impressionar.

Portanto, fãs de terror, dêem uma oportunidade mas ficam avisados que não é um filme vulgar e nem sempre é direto a expor a sua mensagem. Mas é eficaz em criar um ambiente e um cenário que nos deixa desconfortáveis ao máximo e, neste panorama em que vivemos em que o cinema de terror ficou reduzido a meros remakes, acaba por ser uma lufada de ar fresco.

Amulet Critica de Cinema

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Amuleto

Título Original: Amulet

Realização: Romola Garai

Elenco: Alec Secareanu, Carla Juri, Imelda Staunton.

Duração: 99 min.

Trailer | Amulet

Comments