Anime TV

Japan Sinks: 2020 – Series Finale – 1ª Temporada

Japan Sinks: 2020 series finale

PODE CONTER SPOILERS DE JAPAN SINKS: 2020!!!

Masaaki Yuasa tem vindo a chamar bastante a atenção em anos recentes graças aos seus projetos animados que exploram a humanidade entre alguns toques sobrenaturais e surreais. Não podemos deixar de dizer que Devilman: Crybaby, um dos seus primeiros projetos em colaboração com a Netflix, é um dos seus melhores trabalhos até agora. E enquanto esperamos novidades sobre uma potencial nova aventura (embora tal seja praticamente impossível, em retrospetiva), Yuasa manteve-se ocupado entretanto e trouxe-nos este Japan Sinks: 2020!

Nesta versão atualizada da obra homónima dos anos 70, Japan Sinks: 2020 centra-se nos Mutohs, uma família multi-étnica cujas vidas sofrem uma mudança repentina quando o Japão é alvo de uma série de sismos, despertando novos perigos. Como se isso não bastasse, o quarteto terá de lidar com a ideia de o país estar a afundar-se aos poucos.

O MELHOR:

O mundo de Japan Sinks: 2020 é imperdoável, mas também um dos melhores exercícios de animação.

Masaaki Yuasa não é estranho no que toca a criar conteúdos visualmente apelativos (mais uma vez, tenho de mencionar o caso de Devilman: Crybaby), mas aqui, o artista toma uma abordagem diferente. Enquanto os seus trabalhos anteriores possuíam uma veia quase psicadélica, Japan Sinks 2020 toma uma postura mais próxima da realidade. Ainda temos direito a algumas sequências um tanto ou quanto bizarras pelo meio, mas continuamos a debruçar o nosso olhar na bela destruição do Japão.

O meu gosto pessoal nos animes tende a pender para o lado mais sobrenatural, daí de termos catástrofes naturais como principais inimigos acaba por dar um toque ainda mais trágico aos conflitos dos protagonistas da série.

Outra grande diferença reside na resposta dos seres humanos a esta catástrofe. Enquanto Devilman: Crybaby optou por uma visão mais pessimista sobre o apocalipse, Japan Sinks: 2020 escolhe o otimismo através dos Mutohs. Claro que a série mostra algumas instâncias em que a humanidade mostra o seu lado mais negro (seja por ameaças de violação ou racismo), vemos maioritariamente uma comunidade a entreajudar-se para tentar sobreviver a um evento impensável.

E ainda pelo meio, temos o drama familiar dentro desta família. Não querendo adiantar muitos spoilers, só adianto que os Mutohs, especialmente Ayumu e Go, passam por imensas provações que, graças aos seus instintos de sobrevivência e interações com outros japoneses e pessoas de etnias diferentes, acabam por se tornar mais fortes no final.

O PIOR:

Japan Sinks: 2020 tem um problema em lidar com as várias mortes que vai exibindo.

Claro que algumas sequências acabam por surtir efeito, cortesia de termos passado algum tempo considerável com algumas delas. No entanto, ao fim de um determinado tempo, acabamos por nem sentir o impacto dessas mesmas cenas, independentemente de quem for a vítima ou da forma em que estas se despedem.

Fora isso, quem for fã de Yuasa e do seu contributo na indústria da animação japonesa em geral, encontrará aqui algo único neste Japan Sinks: 2020, uma série de anime que, além de ser uma obra linda de se ver, também mostra-nos o melhor do que a Humanidade pode fazer em circunstâncias semelhantes.

Podem ler outras das nossas críticas de Animes aqui.

Estado da série: TERMINADA

0 74 100 1

74%
Average Rating

Japan Sinks: 2020 pode estar longe de ser uma das melhores obras de Masaaki Yuasa, mas não deixa de ser uma entrada obrigatória para quem for fã deste género.

  • 74%

Comments