Cinema Críticas

Crítica: Viena and the Fantomes (2020)

Viena and the Fantomes Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE VIENA AND THE FANTOMES!

Dakota Fanning está já familiarizada com papéis ligados à música, depois do brilhante The Runaways. Ela regressa ao estilo com Viena and the Fantomes, que acompanha Viena, uma jovem que se torna groupie de uma banda punk de nome The Fantomes, e depressa vê-se embrulhada num misto de perigo, com uma tensão dramática fora do normal, com os músicos em estados disruptivos e perturbados.

Viena and the Fantomes Critica de Cinema

Viena and the Fantomes é um filme que poderia ter seguido as pegadas de alguns clássicos como Almost Famous, ou até mesmo primar pela simplicidade acutilante do mencionado anteriormente The Runaways. No entanto, é uma película baça e que não nos prende, nem nos agarra o suficiente durante a sua duração. E porquê? Porque praticamente nada de interessante ou relevante acontece. Vemos atores excelentes a desfilar pela tela, mas sem grande propósito. Desde Evan Rachel Wood, Zoë Kravitz, Caleb Landry Jones, Jeremy Allen White, Frank Dillane e até Jon Bernthal, a fazer rigorosamente nada, com personagens reduzidas a meros adornos de uma narrativa que não chega a nenhum ponto em concreto.

Se o objetivo de Viena and the Fantomes é elucidar para a realidade tóxica que acompanha a protagonista e os intervenientes da história, então o filme falha redondamente em conseguir estabelecer um mote suave e de nos ludibriar em aceitar que a protagonista siga aquele rumo. Ou seja, mal começa Viena and the Fantomes dá-nos de caras com uma realidade que temos imediatamente perceção que é muito óbvia. Se o filme pretende revelar os problemas da adolescência rebelde nestes meios, então também não é propriamente intensa para nos fazer torcer por alguém que seja.

É uma pena que Viena and the Fantomes também não faça um polimento à banda-sonora, deixando-se ficar por temas pouco interessantes (e reduzidos momentos musicais). Mas é precisamente no mau encaixe e no péssimo desenvolvimento de personagens que Viena and the Fantomes perde todo o seu potencial. Não há nada em concreto que nos faça sentir qualquer empatia com elas, seja pelo bom ou mau sentido. Utilizar os nomes acima referidos para um filme que não tem conteúdo é quase um insulto. Gerardo Naranjo não tem claras as suas ideias e não tem experiência suficiente para criar uma intensidade dramática que era totalmente essencial aqui.

Viena and the Fantomes Critica de Cinema

Não havendo camadas performativas, ainda que haja um esforço de Fanning para carregar a película, Viena and the Fantomes é um caso extremamente frustrante de um filme que está sem rumo, tal como a sua história e as suas personagens. Se esse for o seu objetivo, bem… então consegue fazê-lo, mas a mim não me conquistou nem me deixa a desejar revê-lo. Se preferirem ver filmes dentro deste registo, então recomendo The Basketball Diaries, Bully, Kids ou qualquer um outro que reforce o conceito da adolescência problemática. Evitem este a todo o custo!

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Viena e os Fantomes

Título Original: Viena and the Fantomes

Realização: Gerardo Naranjo

Elenco: Dakota Fanning, Caleb Landry Jones, Jeremy Allen White, Evan Rachel Wood, Zoë Kravitz, Frank Dillane, Sarah Steele, Jon Bernthal.

Duração: 92 min.

Trailer | Viena and the Fantomes

Comments