Cinema Críticas

Crítica: Da 5 Bloods (2020)

Da 5 Bloods Critica de Cinema

CONTÉM SPOILERS DE DA 5 BLOODS!

Spike Lee regressa ao cinema e, em plena época de manifestações anti-racismo nos EUA, não poderia chegar em melhor altura. Um grupo de veteranos da guerra do Vietname, regressa ao país para reencontrar uma velha fortuna escondida, bem como pretendem resgatar o corpo do seu amigo, companheiro e irmão-de-armas que pereceu durante a guerra. Da 5 Bloods é um filme altamente volátil, interessante (não perfeito claro) e extremamente criativo.

Da 5 Bloods Critica de Cinema

Spike Lee é já um conhecido pela sua veia política e pela defesa dos direitos da comunidade afro-americana. Numa altura em que o tema continua a atingir proporções extremamente delicadas, Da 5 Bloods, de facto, não poderia ter surgido em melhor ocasião. Claro que o maior inimigo do filme é precisamente não se conseguir desprender da intervenção política de um passado que continua a afetar imenso o presente e, por muito que isso mereça destaque, começa a atingir proporções descontroladas. Sem querer entrar em política e valorizando a película de uma forma analítica e sem julgar ninguém pelo tom da pele, Da 5 Bloods é um produto singular, violento, insano, mas acima de tudo, é um filme que tem uma alma própria e uma tecnicidade sublime e invulgar.

Portanto, mesmo que a necessidade de Lee de salvaguardar a intervenção social seja um pouco óbvia demais, Da 5 Bloods possui imensas proezas técnicas maravilhosas, especialmente no que toca às diferentes utilizações de várias câmaras para encher o filme de carisma, recuperando a essência de clássicos como Apocalypse Now. Apesar de ter uma estrutura algo bizarra e de não assumir propriamente um género específico, é incrível como Lee e a sua equipa de argumentistas trabalha uma série de géneros e os combina sem o filme parecer disperso. Isto é, Da 5 Bloods não é apenas um filme de guerra ou um drama sobre o stress pós-traumático que invade as mentes dos antigos veteranos, mas possui elementos de um humor satírico forte, sequências de ação competentes e plot twists inesperados. É uma junção de elementos que, se não estivesse em mãos de alguém experiente, podia muito bem cair por terra.

Da 5 Bloods Critica de Cinema

Da 5 Bloods, embora não seja, de todo, perfeito, é uma película bastante original dentro da sua temática já conhecida. Delroy Lindo encontra aqui a sua melhor prestação até à data e o restante elenco é, também ele, bastante competente. Não há momentos mortos em Da 5 Bloods e há um estudo interessante de personagens que rompe com as fórmulas já clichés de o fazer. Apesar de nem todas as personagens terem a mesma dimensão (e isto é também um dos calcanhares de Aquiles do filme), a intenção de Lee em reforçar a beleza do ser humano enquanto ser companheiro, dedicado e emocional, torna Da 5 Bloods numa história de amizade única e maravilhosa.

Mesmo que certos aspetos sejam demasiado óbvios para retratar o clima de tensão que se vive nas ruas norte-americanas na atualidade, Da 5 Bloods mostra que o passado e o presente estão interligados e que a força da aceitação, da luta pela justiça e igualdade, pode colher frutos e prova que a arte continua a ser o melhor meio para o fazer. Portanto, mesmo com as suas aspirações altamente políticas, Da 5 Bloods é um filme a não perder. Independentemente de qualquer raça, etnia, orientação sexual e por aí fora, porque a arte não é feita para um indivíduo, mas sim para ser apreciada por todos.

Da 5 Bloods Critica de Cinema

Leiam outras Críticas aqui.

Título: Da 5 Bloods

Título Original: Da 5 Bloods

Realização: Spike Lee

Elenco: Delroy Lindo, Jonathan Majors, Clarke Peters, Norm Lewis, Isiah Whitlock Jr., Mélanie Thierry, Paul Walter Hauser, Johnny Nguyen, Jean Reno, Chadwick Boseman.

Duração: 154 min.

Trailer | Da 5 Bloods

Comments