Mini-Reviews TV TV

Solar Opposites – Season Finale – 1ª Temporada

Solar Opposites season finale

PODE CONTER SPOILERS DE SOLAR OPPOSITES!!!

No que refere a séries animadas com uma veia de ficção científica, Rick and Morty é uma das primeiras que salta logo de imediato à vista, muito por causa dos seus conceitos inovadores (por vezes confusos) e um humor negro e inteligente. Por isso, torna-se bastante difícil encontrar uma nova série dentro deste niche, e é um problema que Solar Opposites tenta resolver, tendo alguns pontos a favor: provém da Hulu (ou seja, é uma das poucas séries cujos episódios saem de uma só vez) e provém também das mentes de Justin Roiland e Mike McMahan, que contribuíram em Rick and Morty (como co-criador e ex-guionista, respetivamente).

A série segue as desventuras de Korvo (Roiland), Terry (Thomas Middleditch), Yumyulack (Sean Giambrone) e Jesse (Mary Mack), quatro alienígenas que, após a destruição do seu planeta natal, encontram refúgio no planeta Terra.

O MELHOR:

Ao contrário do que se possa pensar, Solar Opposites está longe de ser uma cópia barata de Rick and Morty.

Sim, sim, a série tem um longo caminho para percorrer para poder sair da sombra de uma série bastante popular e que criou raízes na cultura pop moderna, especialmente quando a equipa criativa é a mesma que trabalhou nessa mesma série. É uma situação que tantos outros criadores de conteúdo animado, tais como Matt Groening ou Seth MacFarlane enfrentaram quando criaram outras séries inéditas que viriam a ser inevitavelmente equiparadas às suas antecessoras.

Felizmente, Solar Opposites tem o que é preciso para se distanciar de Rick and Morty e criar uma voz para si mesma. Enquanto Rick and Morty tem uma veia mais assente na loucura da ficção científica e um humor negro e self-aware, Solar Opposites toma inspiração nas sitcoms de outrora, ainda que possua alguns conceitos de ficção científica pela mistura. E mesmo o humor é bem diferente do que esperaríamos de Roiland e companhia, talvez um pouco mais nocivo que o esperado e com a sua quantidade infindável de referências ao mundo atual (a sério, existem três episódios em que a série goza forte e feio com a Hulu e conta também com um visual gag que refere o facto de parte deste serviço de streaming pertencer à Disney).

Outro fator que diferencia Solar Opposites de Rick and Morty é que esta, ao contrário da outra, conta com uma veia mais serializada, com uma narrativa secundária em redor de humanos miniaturizados que criam uma espécie de nova sociedade dentro de uma colónia de formigas. De uma forma geral, é uma maneira de quebrar a rotina depois de acompanhar as desventuras dos alienígenas (e da adorável – e surpreendentemente inteligente – Pupa), e que culmina num penúltimo episódio da temporada que é facilmente o destaque da temporada.

Solid Opposites conta também com um elenco vocal decente, com Roiland, Middleditch, Giambrone e Mack a desempenharem os seus respetivos papéis de forma competente, mas a série também conta com convidados especiais, com Alfred Molina, Jason Mantzoukas ou Andrew Daly, só para mencionar alguns.

O PIOR:

No entanto, e embora tente o seu melhor para se diferenciar, Solar Opposites continua a lembrar-nos muito de Rick and Morty.

E grande parte dessa familiaridade pode ser encontrada no seu estilo gráfico, que se encontra quase fiel a Rick and Morty, mesmo naqueles pequenos detalhes.

Também havia a questão de a série copiar a estrutura ao apostar em episódios isolados, mas assim que as peças começam a juntar-se, Solar Opposites começa a tornar-se distinto. Custa a habituar-nos, mas assim que isso acontece, a série depressa nos conquista.

Solar Opposites conta com uma enorme sombra por ultrapassar, cortesia de Rick and Morty. No entanto, convém relembrar que, inicialmente, essa série também levou o seu tempo para conquistar os seus fãs. Solar Opposites também possui esse mesmo potencial se continuar a jogar com as suas forças. E considerando que a Hulu teve a cortesia de renovar a série para uma segunda temporada, com certeza não teremos de esperar muito tempo.

Podem ler outras das nossas Mini-Reviews aqui.

Estado da série: RENOVADA

0 79 100 1
79%
Average Rating

Apesar de ter um longo caminho por percorrer, Solar Opposites demonstra ter potencial para ser uma melhores séries animadas da nova década.

  • 79%

Comments