Mini-Reviews TV TV

Westworld – Season Finale – 3ª Temporada

Westworld season finale

PODE CONTER SPOILERS DE WESTWORLD!!!

Dá para acreditar que já se passaram dois anos desde que Westworld encerrou a sua segunda temporada? Pois bem, a espera finalmente terminou, já que a série da HBO teve direito ao seu muito esperado regresso aos pequenos ecrãs de todo o mundo!

Com a ação a decorrer no mundo real, esta terceira temporada vê Dolores (Evan Rachel Wood) a avançar com os seus planos rumo à liberdade. Mas não será a única, uma vez que outras partes interessadas também executam as suas próprias jogadas.

O MELHOR:

O mundo de Westworld continua a ser um verdadeiro esplendor.

Desde cedo que a série tem gozado de componentes visuais de um verdadeiro requinte, e esta temporada não é exceção. Se as anteriores exploraram Westworld e outros parques anexados, esta temporada investe o seu tempo ao mostrar-nos um futuro que não é tão impensável. Los Angeles e São Francisco tornam-se nos dois palcos predominantes nesta temporada, e as paisagens urbanas do futuro não só se revelam como verdadeiras obras de arte, como também mostram o funcionamento desta nova sociedade. Uma sociedade que claramente valoriza os mais ricos e poderoso em detrimento das classes baixas e médias, que recorrem a vários meios para poderem sobreviver.

Com uma duração mais reduzida que as temporadas anteriores, Westworld não tem direito a enveredar por linhas temporais saltitantes como de antes, ganhando assim um enredo que vai direto ao assunto em foco, deixando um pouco sobre o meta-texto sobre o livre-arbítrio e de como nós podemos vir a ser os autores da nossa própria desgraça.

A nível do elenco, Westworld torna a fornecer material mais do que suficiente para nos aliciar do princípio ao fim. Mas do elenco original, Evan Rachel Wood e Tessa Thompson são as salvadoras. Por um lado, temos Dolores e a sua viagem alucinante que serve de fomento para a narrativa principal; no entanto, Charlotte – ou, pelo menos, alguém a fazer-se passar por Charlotte – encabeça um arco pessoal poderoso e único, ao mesmo tempo que nos vai dando pistas sobre o seu futuro papel durante a série (vale a pena a recordar que, à data da escrita desta crítica, Westworld já foi renovada para uma quarta temporada, embora existem planos para mais duas).

Esta terceira temporada também nos introduz algumas caras novas, com o devido destaque para Caleb (Aaron Paul), um veterano de guerra com stress pós-traumático cuja vida se torna enraizada com a história de Dolores. Aaron Paul já nos mostrou imensas oportunidades para testemunhar do que ele é capaz (as suas performances nas séries Breaking Bad e BoJack Horseman são bons exemplos do seu talento), e a sua interpretação de Caleb não é exceção. Existem também o caso de Serac (Vincent Cassel), que toma o papel de antagonista principal, e é caso para dizer que adoramos odiá-lo com todas as nossas entranhas!

O PIOR:

Infelizmente, Westworld também conta com alguns momentos menos trabalhados.

A narrativa está mais direta e rápida do que o habitual, cortesia dos 8 episódios que compõem esta temporada. No entanto, fica a ideia que, com a quantidade de ideias aqui inseridas, teria sido preferível que a série mantivesse a estrutura dos 10 episódios. E isto sem mencionar o facto de, com o episódio final da temporada, não ficarmos muito satisfeitos com o resultado final.

Além disso, com o foco em Dolores e na sua cruzada pessoal, o resto do elenco perde imenso por causa disso. É uma tristeza vermos personagens tão icónicas como Maeve (Thandie Newton), Bernard (Jeffrey Wright) ou William (Ed Harris) ficarem relegados com narrativas que não conseguem ser verdadeiramente satisfatórias.

Apesar disso, Westworld continua a provar ser uma das séries cativantes desta época, apesar das suas falhas desta temporada. Visualmente apelativo, com um elenco de luxo competente na maior parte das ocasiões (e um ocasional cameo), uma narrativa mais direta e uma banda sonora igualmente majestosa, esta é uma temporada que com certeza não quererão perder.

Podem ler a nossa crítica anterior de Westworld aqui.

Estado da série: RENOVADA

0 77 100 1

77%
Average Rating

Embora esteja longe de ser uma temporada perfeita, existe muita beleza por encontrar nesta temporada de Westworld.

  • 77%

Comments