Mini-Reviews TV TV

Extracurricular – Season Finale – 1ª Temporada

Extracurricular Season Finale

CONTÉM SPOILERS DE EXTRACURRICULAR!

A Netflix trouxe-nos uma nova série sul-coreana que, para além de ser extremamente cativante, revela ser uma aposta que irá agradar a todo o globo pela sua temática dúbia e personagens cativantes. Extracurricular é uma série que acompanha Jisoo, um jovem extremamente inteligente, que é anti-social até que conhece Gyuri, uma rapariga sem papas na língua e que contrasta imenso com o protagonista. Mas Jisoo, para conseguir dinheiro para ir para a universidade, gere um negócio um pouco… impróprio para menores. De facto, Jisoo é o “cafetão” da zona e, se não souberem o que significa esta palavra tão usada pelo povo brasileiro, ficam a saber que é sinónimo de “chulo”. Jisoo é o líder anónimo de uma rede de prostituição que, não só se revela um negócio lucrativo, como também perigoso. À medida que vai avançando, Extracurricular torna-se cada vez mais empolgante, pois, como sabemos, os planos que parecem ser todos calculados até ao mínimo pormenor, logo tendem a chamar atenções indesejadas.

Extracurricular Season Finale

O MELHOR:

Extracurricular é uma série que rompe com os clichés da televisão direcionada ao público adolescente.

As personagens são magníficas, e as prestações são extremamente convincentes. A banda sonora é também palpitante, trazendo intensidade aos momentos. O jogo de paralelismos é, também ele, um dos pontos mais fortes, criando camadas nestes adolescentes e fazendo com que o público tenha inevitavelmente que criar empatia com quem é, de facto, criminoso. Os twists disparam ao longo dos episódios e as referências a clássicos do cinema polvilham o ecrã. (Ainda estou a sofrer com a perda do Mr. Lee… a melhor personagem de toda a temporada). E focando-me um pouco nesta personagem tão deliciosa, ela age como uma homenagem sentida a Léon, The Professional.

Apesar de nem todas as linhas de história serem desenvolvidas organicamente, Extracurricular é extremamente eficaz em criar tensão e nunca perde o sentido de justiça perante as personagens que vão desfilando ao longo dos episódios. Apesar de suscitar no espectador uma intensa necessidade de simpatizar com as personagens principais, nunca se despega de que, o que elas fazem, ser extremamente condenável e perigoso. Portanto, o público nunca perde o seu sentido de justiça, mesmo gostando das personagens. Ao contrário de La Casa de Papel, Extracurricular humaniza as personagens de forma distinta, apostando num caráter mais dramático que as torna multifacetadas.

Extracurricular Season Finale

Com destaque para as prestações soberbas de Dong-Hee Kim, Park Joo-Hyun e Min-su Choi, Extracurricular pode bem ser uma das melhores apostas da Netflix neste ramo. É um crescendo de violência, de reconhecimento, redenção e muitos outros elementos que a televisão sul-coreana consegue manipular em prol de uma boa narrativa.

O PIOR:

Por vezes há aspetos da narrativa que são levados a um extremo que torna os problemas um pouco irrealistas. A verdade é que Extracurricular começa a adicionar alguns focos de história demasiado rebuscados e que podem comprometer a génese da série a longo prazo. No entanto, na minha modesta opinião, eles servem de ponte para criar a adrenalina e o entretenimento que é necessário.

As temáticas sociais que já são características da adolescência também estão lá e podem parecer cliché, mas são necessárias para abrir portas para as verdadeiras questões problemáticas de Extracurricular.

Portanto, como se revelou uma boa surpresa, Extracurricular pode ser a nova obsessão da Netflix que vos passou ao lado e que, de facto, merece uma segunda oportunidade para mostrar que mais truques tem na manga.

Extracurricular Season Finale

Estado da Série: STAND-BY

Leiam outras Mini-Reviews aqui.

0 85 100 1

85%
Average Rating

Extracurricular é uma série sul-coreana que cumpre o seu propósito e revela-se uma excelente adição ao catálogo da Netflix, mascarando-se de um crescendo de intensidade que vai agradar aos jovens e aos adultos pelas suas temáticas relevantes e fortes.

  • 85%

Comments