Mini-Reviews TV TV

La Casa de Papel – Season Finale – 4ª Temporada

La Casa de Papel Season Finale

CONTÉM SPOILERS DE LA CASA DE PAPEL!

BUM BUM CIAO! Chegou o binge mais aguardado desta quarentena! E não podia ter sido mais radical, recheado de momentos de tensão fogosos e com uma adrenalina sem igual. É especial, La Casa de Papel. É uma série que não deixa de surpreender o seu público independentemente de ele saber que está perante uma temática já cansada e, de alguma forma, repetitiva.

La Casa de Papel Season Finale

O MELHOR:

La Casa de Papel é, de facto, um fenómeno popular inigualável. A série destes assaltantes – agora do Banco de Espanha – liderados pelo enigmático e extremamente inteligente El Professor, volta a arrancar umas surpresas interessantes e a progredir no seu enredo sem perder o rumo e focando-se exatamente em entregar o entretenimento que os fãs precisam.

Não quero ofender ninguém quando afirmo que La Casa de Papel não é uma série com uma história elaborada. Estes assaltos a bancos usando estratégias inteligentes, já se podem ver no cinema em “roda o disco e troca o passo”. Mas é precisamente nas suas personagens que esta se destaca de todos os exercícios audiovisuais do género até então.

As prestações são extraordinariamente cativantes, e nenhum passa despercebido. A forma como La Casa de Papel articula as interações e a maneira como não desperdiça as personagens com enredos fúteis ou desinteressantes, torna-a num verdadeiro festim de ação.

La Casa de Papel Season Finale

Nesta quarta parte, há muita informação que se cruza e proporciona twists divertidos, temos perda e sentimos a dor das personagens, para além de novos integrantes com maior destaque que adornam a nova porção argumentativa. Claro que o Arturito não podia faltar, mas é cada vez mais odiável…

Para além de aspetos técnicos fabulosos (quem diria que uma série espanhola conseguia fazer tanto ou mais que uma série norte-americana de grande orçamento… suck it Hollywood!), La Casa de Papel é um grito contra o sistema. É a receita ideal para todos os radicais que acreditam no combate à opressão e à injustiça governamentais. Claro que não nos podemos esquecer que estas personagens, por muito que gostemos delas, não deixam de ser bandidos. Mas há sempre algo que nos puxa a eles…

E isto chama-se carisma. É no encanto da língua espanhola que as personagens de La Casa de Papel ganham vida e por não terem medo de expor o que pensam, quem são e o que sentem, em todas as interações de diálogo. Álvaro Morte continua a ser um líder, por demais carismático, e todos os restantes sustentam este plano tão megalómano e ao mesmo tempo tão vibrante.

La Casa de Papel Season Finale

Romper os estereótipos sociais é também uma missão clara da série e, nesta temporada, isso evidencia-se em diversos momentos. E é aqui que chega o último truque de La Casa de Papel: o respeito pelo ser humano como é dentro de um cenário de opressão, seja ele por parte dos bandidos, ou pelas forças policiais. Destaco que admiro cada vez mais a prestação de Najwa Nimri, como a implacável inspetora Alicia Sierra. E é com este carisma que esta série vai sobrevivendo e continuando a manter a sua premissa débil e repleta de clichés deliciosos.

O PIOR:

Há algumas decisões que claramente não concordo em torno do destino das personagens, mas ainda assim não deixo de respeitá-las.

Há também um exagero tremendo na quantidade de recursos que estão ao dispor destes bandidos que parecem inesgotáveis… aqueles recipientes de oxigénio nunca terminam pelos vistos…. nem as balas! Mas… deixem lá, o que interessa é que a série consegue manter-se fiel aos seus princípios e entreter-nos do início ao fim.

Mas… Arturito… ai ai ai Arturo… a personagem mais decadente (e irritante) para muitos regressa e a saga continua e talvez fosse uma melhor decisão não lhe dar tanto destaque nem inclui-lo em tantos planos e cenas… Execrável, mas sempre com alguma piada (por ser um completo idiota).

La Casa de Papel Season Finale

Portanto, mesmo não sendo extraordinária, La Casa de Papel mantém-se hipnótica, repleta de uma adrenalina que é quase inexplicável e que continua a não desiludir os seus fãs, terminando num cliffhanger maravilhoso que já nos faz pensar no seu regresso.

Leiam o nosso Frame by Frame anterior de La Casa de Papel aqui.

Estado da Série: RENOVADA

0 81 100 1
81%
Average Rating

La Casa de Papel continua a ser vibrante, repleta de adrenalina e continua a não desiludir os fãs apesar de todos os defeitos que são nítidos à distância. Não deixa de ser um produto carismático e um estudo de personagens incrivelmente adorável.

  • 81%

Comments