Mini-Reviews TV TV

Ozark – Season Finale – 3ª Temporada

Ozark Season Finale

CONTÉM SPOILERS DE OZARK!

Os Byrdes estão de volta, agora que o seu novo casino está ao rubro. Lavar dinheiro para o cartel está a florescer cada vez mais, até que uma investigação do FBI começa a mexer com os negócios de Marty. Wendy recebe a visita do seu irmão Ben, o que pode ser prejudicial devido ao seu histórico. Wyatt cria uma estranha relação com Darlene e Ruth apaixona-se.

Ozark Season Finale

O MELHOR:

Ozark é uma série extraordinária. Tanto que já se tornou numa das minhas favoritas, acima de Breaking Bad. É um registo de televisão único e que consegue prender o espectador do início ao fim sem que este se sinta fatigado pela narrativa.

Há tantos desenvolvimentos maravilhosos ao longo da temporada, desde Wendy a tomar as rédeas do negócio e, mais tarde, aperceber-se das consequências dos seus atos; passando pela apresentação de novos “jogadores” ou “peões” que vão adornando a temporada com uma execução soberba. O poder argumentativo de Ozark é o seu maior trunfo.

Aqui vemos uma história carismática a ser conduzida pelas personagens, algo que hoje em dia é raro ver em televisão. É uma história contínua, pensada ao pormenor, com twists magníficos (e sempre bem contextualizados), bem como um trabalho de atores fora do vulgar. A realização é também um dos pontos mais incríveis de toda a série.

Ozark Season Finale

Nada é deixado ao acaso. E, à medida que nos vamos embrulhando neste mundo sombrio dos Byrdes, mais depressa vivemos os riscos à flor da pele. A verdade é que Ozark trabalha tão bem as personagens que causa no público uma sensação de incerteza constante, reflexiva do género de temática que aborda.

Apesar de Laura Linney subir na escala, nenhum dos restantes atores fica atrás, sendo que Julia Garner continua a ser extraordinária, e as novas aquisições (Tom Pelphrey no papel de Ben e Jessica Frances Dukes como a nova inspetora do FBI Maya Miller) mantêm o fluxo de qualidade ao longo da temporada.

É difícil encontrar defeitos numa série que sabe articular tão bem o papel de cada um e de desenvolver-se de forma contemplativa para que o público não se perca na sua densidade. Ao contrário de séries como Billions, que exagera no tom e atira aos seus fãs uma dose (impressionante, devo admitir…) de vocabulário económico que, quem não é da área, sente-se à nora; Ozark veicula as suas dificuldades e mistura-as num jogo de perigos que resulta de forma brilhante.

Ozark Season Finale

Claro que algumas decisões podiam ter sido tomadas para não prolongar o destino de algumas personagens algo descartáveis, mas a verdade é que até isso não consegue ferir o potencial de Ozark. Portanto, mesmo que não seja totalmente uma obra-prima, Ozark continua a provar que é uma das série mais intensas, argumentativamente credíveis e recheada de problemas cativantes que temos o prazer de visualizar.

Sem nada mais a refletir, basta aconselhar a todos: sit back and enjoy the ride!

O PIOR:

Nada em particular a declarar.

Estado da série: RENOVADA

Leiam a nossa Mini-Review anterior de Ozark aqui.

0 98 100 1
98%
Average Rating

Ozark continua a provar que é uma das melhores séries da atualidade, repleta de twists colocados meticulosamente, com personagens fortes e cativantes, bem como um enredo que não poupa o espectador a uma incerteza constante.

  • 98%

Comments