Doctor Who Frame by Frame TV

Doctor Who – 12×10 – The Timeless Children

Doctor Who 12x10

PODE CONTER SPOILERS DE DOCTOR WHO!!!

Logo no início da temporada, foi feita a promessa de que “tudo o que se pensava saber era mentira”. Esta temporada, entretanto, foi deixando um trilho de migalhas que foram alimentando as mais variadas teorias que foram aparecendo na Internet. E agora, ao fim de alguns episódios surpreendentes (e outros nem tanto), Doctor Who finalmente oferece-nos algumas respostas.

Neste episódio, a Doutora (Jodie Whittaker) encontra-se com o Mestre (Sacha Dhawan) nas ruínas de Gallifrey, onde este oferece as respostas que esta há muito procurava. Entretanto, os seus companheiros humanos montam uma última resistência contra o exército de Cybermen.

Doctor Who 12x10Bem, eis uma grande vaga de surpresas! Esta temporada de Doctor Who tem investido em vários mistérios em relação à Doutora e à sua raça, os Time Lords, desde o conceito da Timeless Child até ao próprio passado que a Doutora desconhece por completo (um exemplo disso encontra-se em Ruth (Jo Martin)). Depois de vários episódios, The Timeless Children investe novamente nessas mesmas revelações, e o resultado deixa um pouco a desejar.

Não me entendam de forma errada; é bom ver que alguns mistérios em volta da Doutora estão finalmente a ganhar algum destaque, e decerto abre novas portas para novas possibilidades de aventuras pelo espaço-tempo. No entanto, e depois de algumas destas revelações, é impossível não tecermos um “e agora?”. Creio que isso diz muita coisa sobre o impacto que estas revelações terão para o resto da série.

Doctor Who 12x10

Não se preocupem, que o resto do episódio também não trouxe nada assim de extraordinário. Sacha Dhawan trouxe uma valente dose de loucura para o seu Mestre, verdade seja dita; no entanto, o seu master plan (pun intended) não trouxe nada de inovador ou verdadeiramente aterrador. E isto sem mencionar o facto de ter negado, por completo, todos os desenvolvimentos que o personagem atravessou enquanto passou pela sua fase como Missy da era de Peter Capaldi.

E quanto aos humanos? O episódio teve direito a alguns destaques mais do que claros, como uma interação doce entre Graham (Bradley Walsh) e Yaz (Mandip Gill), ou mesmo a mera presença de Ian McElhinney, que se nota claramente que está a passar por um bom bocado, mas de resto, também não pode ser visto como “verdadeiramente extraordinário”.

Por outras palavras, The Timeless Children pode ser visto como uma condensação do melhor e do pior que Doctor Who ofereceu neste ano. Não pode ser visto como a pior temporada de sempre, mas está a léguas de ser a melhor das melhores. Valendo o que vale, ao menos deixa uma posição interessante para quando a série voltar com o seu próximo especial de Natal.

Até lá, podem ler o Frame By Frame anterior de Doctor Who aqui.

0 64 100 1
64%
Average Rating

Comments