Better Call Saul Frame by Frame TV

Better Call Saul – 5×01/02 – Magic Man/50% Off

PODE CONTER SPOILERS DE BETTER CALL SAUL!!!

Quem diria que já se passaram dois anos desde que Better Call Saul encerrou a sua quarta temporada? Sim, nós por cá já tínhamos algumas saudades das desventuras de Jimmy McGill e da sua inevitável transição para Saul Goodman. Pois bem, depois de dois anos à espera, eis que este spin-off/prequela de Breaking Bad está de regressa para a sua quinta – e penúltima – temporada, e logo com uma dose dupla!

Nesta nova temporada, Jimmy (Bob Odenkirk) começa a sua transição para Saul Goodman e a preparar-se para a sua nova fase da carreira de advogado, sem ter em conta as várias consequências que as suas consequências trarão para a sua vida, não só profissional como pessoal. Entretanto, a estadia prolongada de Lalo Salamanca (Tony Dalton) em Albuquerque influencia as várias figuras do submundo do crime a fazerem as suas próximas jogadas.

Better Call Saul 5x01/02

Confesso que ver uma estreia dupla separada por um espaço de dias pode ser um sistema pela qual não estou particularmente habituado a testemunhar, mas não deixa de conceder um grande impacto, com ambos os episódios a terem alguns pontos de concentração diferentes.

No caso de Magic Man, vemos Jimmy não só a tentar a dar os seus primeiros passos para se tornar em Saul Goodman, mas também a encontrar maneiras de angariar os seus futuros clientes. É um trajeto que, no seu todo, não é assim tão surpreendente, mas não deixa de ilustrar aquele talento inato de Jimmy de jogar com a sua plateia a seu favor; primeiro a vender o seu último fornecimento de telemóveis com speed dial, seguidamente de oferecer um desconto exorbitante.

Embora esta seja uma transformação inevitável, é difícil de ignorar algumas das suas potenciais consequências que ocorrerão durante o resto da temporada, e um desses elementos reside na sua relação com Kim (Rhea Seehorn). Certamente não serei o primeiro, nem serei o último, a estranhar esta união, que sofreu mais baixos do que altos. Pois bem, se Magic Man nos mostrou algo, é que algo vai correr bastante mal e este casal pode estar perto do ponto de rutura.

O lado criminoso também não foi esquecido neste episódio, com a presença de Lalo a “obrigar” Gus (Giancarlo Esposito) a tomar algumas medidas preventivas para evitar chamar a atenção da sua operação. Pode bem ser um dos poucos momentos em que este futuro rei do crime possa ter engolido o seu orgulho, mas é o Gus; é claro que este já está a preparar o seu próximo passo.

Better Call Saul 5x01/02

50% Off continuou a manter uma espécie de foco em Jimmy, que se vê um pouco “às aranhas” ao tentar lidar com vários clientes ao mesmo tempo. Claro que era uma questão de tempo até vermos o advogado a montar alguns estratagemas para levar à sua avante, e o resultado tem tanto de hilariante como de chocante, especialmente considerando as várias formas que Jimmy encontra para esse mesmo efeito. Ainda temos direito a mais um pouco de bons momentos entre Jimmy e Kim, mas já se sabe que o seu romance já tem os dias contados, se bem que este episódio, juntamente com o anterior, não tenha dado necessariamente o toque final.

O submundo criminoso esteve na sua força total neste episódio, cortesia de Nacho (Michael Mando) que, depois de uma quarta temporada em que este foi claramente desperdiçado, volta a encontrar maneiras de se tornar relevante, nem que seja a tornar-se numa espécie de “agente duplo” de Gus e de Lalo. Já se pode ter uma pequena certeza que, se a vida do criminoso já era caótica em si, esta temporada está mais do que disposta a elevar a fasquia.

Better Call Saul 5x01/02

É claro que Better Call Saul também não se esqueceu de alguns dos seus elementos mais importantes, sendo o trajeto de Mike (Jonathan Banks) um desses elementos. É bom ver que  Vince GilliganPeter Gould não se esqueceram por completo das várias provações que Mike atravessou na temporada, quer a mando de Gus, quer a interagir com os operários a cargo das “misteriosas” obras. Embora não seja difícil de ver aonde Mike irá parar aquando do findar da série, será um trajeto interessante para testemunharmos durante este ano, especialmente considerando a dica de que os seus demónios poderão voltar e destruir a paz que Mike tanto se esforça para manter erguida.

Ah, e não podia esquecer de fazer uma menção ao cold open (que já se tornou numa espécie de tradição em Better Call Saul). Não só temos direito a ver uma espécie de resolução eminente deste mini-arco de Jimmy num mundo pós-Breaking Bad, mas também permite-nos um último adeus a Robert Forster e ao seu Ed. You will be missed, buddy.

Podem ler o Frame By Frame anterior de Better Call Saul aqui.

0 88 100 1
88%
Average Rating

Depois de dois anos de ausência, eis que Better Call Saul aproxima-se cada vez mais do seu final definitivo, com um episódio duplo que nos revela algumas promessas nesta nova fase do campeonato.

  • Magic Man
    88%
  • 50% Off
    88%

Comments