Frame by Frame Supergirl TV

Supergirl – 5×12 – Back from the Future – Part Two

PODE CONTER SPOILERS DE SUPERGIRL!!!

O breve regresso de Jeremy Jordan ao elenco de Supergirl era um dos momentos há muito esperados pelos fãs da série, e isso trouxe uma certa qualidade ao episódio, embora o resto tenha deixado um pouco a desejar. Portanto, o que podemos dizer sobre este episódio? Encontra-se dentro dos mesmos parâmetros do episódio anterior.

Aqui, Kara (Melissa Benoist) e companhia têm de lidar com o Winn maléfico da semana passada, que transformou a sua mente numa IA. Ao mesmo tempo, Lena (Katie McGrath) tenta manipular Andrea (Julie Gonzalo) para atingir os seus objetivos e Brainy (Jesse Rath) recebe uma nova missão de Lex Luthor (Jon Cryer).

Supergirl 5x12

Tal como foi testemunhado no episódio anterior, este episódio de Supergirl concentrou-se em Winn e nos seus demónios pessoais. Se o episódio anterior o mostrou numa luta desenfreada para tentar reconquistar o seu futuro em risco, este colocou o jovem herói a confrontar o seu passada. E muito se deve à sua relação disfuncional com o seu pai, Winslow (Henry Czerny), e de como as coisas poderiam ter sido tão diferentes se algumas atitudes não tivessem não tivessem ocorrido.

Por isso, entre IAs inimigas e robôs possuídos, este foi um arco completo para um dos personagens mais icónicos da série, ponto. Tivemos direito a ver um pouco da sua vida depois da sua saída da série, claro, mas ficamos também com uma clara visão do que a vida lhe reserva daqui para a frente. De certa forma, este foi o nascimento de um Toyman mais heróico, o que serve de ponto de crescimento para Winn e, de certa forma, para as pessoas que acompanharam esta sua jornada.

Supergirl 5x12

No entanto, nem tudo neste episódio funciona como deve ser. E muito se deve às outras duas linhas narrativas. Por um lado, temos direito a ver Lena a fazer das suas para se aproveitar de Andrea e das suas tecnologias para atingir os seus objetivos para com o seu projeto Non Nocere. O facto de termos Lex a meter o dedo também revela um pouco de intriga, mas fica a ideia que os Luthors podem estar a meter-se em mais alhadas.

E quanto menos falarmos sobre a novela de Brainy, melhor. Parece que os guionistas continuam a investir nesta abordagem somente para construir drama desnecessário só porque sim. Enfim, não adianta continuar a bater no velho ceguinho neste caso em particular.

Podem ler o Frame By Frame anterior de Supergirl aqui.

0 60 100 1
60%
Average Rating

Este episódio de Supergirl pode ter concluído o mini-arco de Winn Schott, mas peca por narrativas que não possuem o mesmo interesse.

  • 60%

Comments