Frame by Frame Supergirl TV

Supergirl – 5×11 – Back from the Future – Part One

Supergirl 5x11

PODE CONTER SPOILERS DE SUPERGIRL!!!

Tal como tantas outras séries antes (e depois), Supergirl teve de lidar com algumas ausências do seu elenco durante a sua conclusão, com a despedida de Winn Schott (Jeremy Jordan) a ser uma das mais dolorosas. Depois de uma temporada completamente ausente, eis que o ator – e o seu personagem – regressa para um mini-arco que, embora promissor, ainda tem bastantes arestas por limar.

Neste episódio, Winn vê-se a regressar a National City de 2020 de modo a impedir que um sósia dele lhe arruine a vida.

Supergirl 5x11

Confesso-vos que tenho acompanhado Supergirl desde o primeiro episódio, e confesso que algumas ausências já estavam a ser bem necessárias enquanto outras deixavam um dissabor bastante difícil de ultrapassar. Uma dessas ausências foi precisamente de Jeremy Jordan, que aproveitou a oportunidade para regressar aos palcos da Broadway por uns tempos. A série, desde então, tem tentado o seu melhor para preencher um buraco que não devia ser tapado de qualquer forma.

Por isso é que este breve regresso é tão especial. É bom ver que Winn ainda mantém aquele à-vontade que o tornou adorado pelos fãs da série, mas também mostra um lado mais seguro de si mesmo. E vê-lo a interagir com os seus velhos amigos (e novos aliados) traz consigo a sua boa dose de magia. Até as suas reações após estar a par dos acontecimentos modernos não deixam de arrancar algumas gargalhadas generosas.

Mas se esperavam que Jordan interpretasse apenas um personagem neste episódio, podem bem tirar o cavalinho da chuva. Além de nos mostrar um Winn mais confiante, o ator vai ainda mais além e mostra-nos uma versão alternativa do mesmo, agora tornado no vilão Toyman. Embora não seja necessariamente impressionante, não deixa de ser uma prova diferente do habitual para o ator.

Supergirl 5x11

Apesar deste pequeno regresso, o episódio acaba por sofrer. Não implica necessariamente que seja um péssimo episódio, mas é que fica a ideia de que está a guardar o melhor deste mini-arco para o desenrolar dos episódios seguintes. Um desses exemplos é necessariamente o de Toyman, que parece não ser devidamente aproveitado ou mesmo pintado como um adversário à altura. O facto de este estar ligado a mais uma artimanha sobre-complicada de Lex Luthor (Jon Cryer) também não ajuda.

E também gostava de saber o porquê de os guionistas tentarem vender a ideia de Kara (Melissa Benoist) e William (Staz Nair) como um casal? Fica mais do que patente que as interações entre os dois parece bastante forçada neste momento. Pode ser que essa figura mude conforme os episódios, mas, para já, é cringe-worthy.

Podem ler o Frame By Frame anterior de Supergirl aqui.

0 66 100 1
66%
Average Rating

Este episódio de Supergirl marca o regresso temporário de Jeremy Jordan ao elenco. No entanto, não esperem um episódio especial.

  • 66%

Comments